CONTACTO PORTUGAL COMPORTA ALGARVE INVESTIR VIVER
Praça do Comércio

Perca-se na icónica Praça do Comércio

A Praça do Comércio é uma das maiores praças da Europa

A maior e mais conhecida praça de Lisboa encontra-se junto ao Tejo e é uma obra de referência da reconstrução pombalina. A Praça do Comércio foi reconstruída no século XVIII, após o terramoto de 1755, sendo que anteriormente se chamava Terreiro do Paço e albergava o palácio real. Na época dos descobrimentos, entre o século XV e XVI, este era o centro da vida dos lisboetas e a sua porta de entrada para o mar.

 

A entrada para a Praça do Comércio passou a fazer-se, depois de esta ser redesenhada, através do Arco Triunfal da Rua Augusta e no seu centro foi colocada a estátua de Dom José I, tendo acesso direto ao Tejo através do Cais das Colunas. É uma das maiores praças da Europa, ocupando 36 000 m2.

 

Esta praça servia antigamente como entrada nobre da capital, sendo que os ilustres entravam em Lisboa através do Cais das Colunas. Atualmente a praça é utilizada para eventos culturais, passagens de ano e espetáculos esporádicos. Também contém um centro de informação para os turistas, o museu Lisboa Story Centre, que conta a história de Lisboa, o mais antigo café de Lisboa, o Martinho da Arcada, uma pousada histórica e outros restaurantes e cafés com esplanada.

 

 

Cronologia histórica da Praça do Comércio:

 

- 1511 – A família real muda de residência oficial, passando do Castelo de São Jorge para Paço da Ribeira.

- 1755 – O Paço da Ribeira é destruído pelo terramoto e a sua reconstrução é tomada a cargo pelo Marquês de Pombal. A estátua equestre no centro da praça é erigida a homenagem a D. José I.

- 1910 – Com a Revolução Republicana a praça foi pintada de cor-de-rosa. Mais tarde os edifícios da praça seriam pintados novamente com a sua cor original, o amarelo.