CONTACTO INVESTIR COMPORTA ALGARVE PORTUGAL

My Lisboa com o comediante Rui Cruz

My Lisboa | Rui Cruz
By Inês ALMEIDA . 3 years
Categories :
My Lisboa

“Depois das 2 da manhã é muito difícil comer em Lisboa sem ser numa roulotte”

 

Porquê Lisboa para si?

 

Por razões profissionais. Para a área em que trabalho, viver em Lisboa (grande Lisboa) ajuda muito.

 

 

O que marca a diferença na capital?

 

Os preços. Não é em todos os lados que podemos encontrar um cartão de um frigorífico t0, comprado em 1995 e com vista para Xabregas a 500€ de renda.

 

 

Qual foi a última descoberta que fez em Lisboa?

 

O Arco de Cego. E em boa hora o fiz.

 

 

Arco do Cego

Arco do Cego

 

 

Qual é o seu restaurante favorito?

 

Gosto de vários, mas destaco o 100 Maneiras, o Volver de Carne Y Alma, o Baía do Peixe, o chinês clandestino/ilegal, o Edmundo...

 

 

Volver de Carne y Alma

Volver de Carne y Alma

 

 

Quando precisa de um lugar para relaxar na cidade, onde pára?

 

No Liverpool à tarde. É óptimo, pois está escuro e com os neons como à noite, a música é a mesma (com especial incidência para Héroes del Silencio), mas está completamente vazio. Normalmente sou eu, a senhora do bar (que é a maior) e uma ou outra prostituta velha que entra para beber um café e vai embora.

 

 

Qual é o segredo mais bem guardado de Lisboa?

 

O cacilheiro e o sítio onde ele pára depois.

 

 

Cacilheiro

Cacilheiro

 

 

Onde é que não resiste a fazer umas compras?

 

FNAC, alfarrabistas, ladra, Carbono, Louie Louie...

 

 

Se tivesse de recomendar um espaço de cultura na cidade... qual seria?

 

Museu Nacional de Arqueologia, Apaixonarte, o Popular de Alvalade e todos os teatros espalhados por Lisboa que têm sempre alguma coisa a acontecer.

 

 

Museu Nacional de Arqueologia

Museu Nacional de Arqueologia

 

 

Descreva Lisboa numa única palavra...

 

Pedante.

 

 

Dê-nos uma ideia para Lisboa...

 

Sítios para comer fora de horas. É incrível, mas depois das 2 da manhã é muito difícil comer em Lisboa sem ser numa roulotte ou num sítio onde tenhas de pedir um empréstimo à Cofidis para comprar uma bifana. Se até em Vila Real há um sítio onde se pode comer 24 horas por dia, não percebo como na capital é tão complicado. Isso e acabarem com a restrição de horário dos bares do cais. E paz no mundo, também.

 

 

Rui Cruz

 

 

Quem é Rui Cruz?

 

Rui Cruz licenciou-se em Arqueologia e História, em Coimbra, mas cedo se apercebeu de que os esqueletos romanos que desenterrava,
apesar de sempre educados e cordiais, não eram o seu público. Decidiu, então, mudar-se para Lisboa e tirar o Curso de Escrita de Humor das Produções Fictícias. 

Como stand-up comedian tem actuado por todo o país, já tendo pisado os palcos de casas como: Coliseu dos Recreios e Coliseu do Porto, Teatro Académico Gil Vicente, Teatro Villaret, Teatro Sá da Bandeira, Palco Caixa Comédia do NOS Alive, entre muitos outros. tendo o seu primeiro solo (Cego, Surdo e Mudo) sido transmitido pela SIC Radical.

Na imprensa escrita manteve a coluna semanal de humor sobre a actualidade O Optimista, no jornal i.

Na televisão colaborou com o 5 Para a Meia Noite (nas noites de Fernando Alvim) e com a Benfica TV (co-autor e actor dos sketches promocionais para os jogos do SLB em casa). 


Foi guionista do programa Gente da Minha Terra Europa II e Very Typical na SIC Radical, do Contragolpe na TVI24, do Roleta Russa na +TVI e dos Homens da Luta para a rádio e TV, escrevendo para programas como o Gosto Disto!, Sábado à Luta e Gala Final do Toca a Mexer, na SIC, e também a rubrica dos Homens da Luta na Antena 3. É ainda guionista da rubrica Start Ups Disruptivas para o Canal Q.

É co-autor do livro "Very Typical- os piores hábitos dos portugueses", editado pela Leya.

Foi também co-autor e animador do programa de rádio Dona Branca e os seus 3 maridos, na SuperFM.

Colaborou na criação de números de comédia burlesca com a artista Mad-Moiselle Poison Rouge.

Foi e é membro fundador dos grupos de comédia Aristocratas, Overdose, Anjos Negros e Overdose de Tourette e também fez parte do Grupo de Marchas Populares da Gândara do Sobreiral, mas não quer falar disso.

Fora da comédia é guionista dos programas de culinária A Sentada e Os Segredos da Tia Cátia, para a cadeia Fox.

Apesar de ser um homem feliz, continua à espera de realizar o seu sonho: marcar o golo da vitória do SLB na final da Taça dos Campeões de 1961.

 

Onde o encontra?

 

Facebook: facebook.com/ruicruzcomedia/

Twitter: twitter.com/RuiHCruz

Instagram: instagram.com/ruihcruz/

Canal de Youtube: youtube.com/channel/UCcF9BQrfDZfC1mOvk-8cDDA