CONTACTO PORTUGAL COMPORTA ALGARVE INVESTIR VIVER
Convento de São Pedro de Alcântara

Já pode visitar o Convento de São Pedro de Alcântara

O Convento de São Pedro de Alcântara situa-se entre o Príncipe Real e o Bairro Alto

 

O Convento de São Pedro de Alcântara foi fundado no século XVII, em 1670, por D. António Luís de Menezes, 1.º marquês de Marialva. Esta igreja, situada entre o Príncipe Real e o Bairro Alto, em Lisboa, apenas abria esporadicamente para grupos até 2014, quando a Santa Casa da Misericórdia a decidiu abrir, pela primeira vez, ao público em geral. Este convento virado para um dos mais belos miradouros de Lisboa, tem uma arquitetura ao estilo de um palácio seiscentista de planta em U.

 

Com o terramoto de 1755, o Convento de São Pedro de Alcântara ficou destruído quase por completo, tendo a sua reconstrução sido iniciada em 1783. Este desenvolve-se em 3 corpos rectangulares articulados em volta de uma escadaria de 4 lanços, decorada com azulejos, que representam a estigmação de S. Pedro, e que conduz a um adro sobrelevado e lajeado.

 

A entrada para a Igreja dá acesso simultâneo às Casas do Convento e à Capela dos Lencastres, edificada neste conjunto mais tardiamente, entre 1686 e 1692. A Igreja, de nave única e amplamente iluminada por janelas de grandes dimensões, é maioritariamente barroca, resultando numa harmoniosa simbiose entre talha dourada e azulejos monocromos setecentistas.

 

Também são merecedores de destaque os frescos do teto e a tela original do pintor francês Pierre-Antoine Quillard, que representa a “Coroação de Nossa Senhora pela Santíssima Trindade”. Em todo o espaço encontram-se ainda painéis de azulejos do século XVIII, em azul e branco, alusivos à vida de São Pedro de Alcântara.

 

Um aspeto interessante deste convento é a capela funerária do cardeal D. Veríssimo de Lencastre, que permaneceu intocável após o terramoto. Esta é uma relíquia arquitetónica e artística, com embutidos de mármore. Esta igreja foi constituída em necrópole de pessoas ilustres, daí conter também a sepultura de Manuel da Maia, na Casa do Capítulo.

 

Este monumento encontrou-se sempre encerrado ao público, abrindo para visitas em 2014, depois de ter deixado de ser residência da comunidade religiosa. A igreja e a capela têm entrada livre, mas para visitar a sacristia e coro-alto existem visitas guiadas aos sábados à tarde.

 

 

Convento de São Pedro de Alcântara

 

 

Endereço: R. São Pedro de Alcântara 85, 1200-089 Lisboa

Horários:

Visitas livres Outubro a Março: de terça-feira a domingo, das 10h00 às 18h00. Segunda-feira das 14h00 às 18h00
Abril a Setembro: terça-feira a domingo, das 10h00 às 19h00. Segunda-feira das 14h00 às 19h00. Quinta-feira das 10h00 às 20h00.

Visitas guiadas Sexta-feira: 11h30 em francês, 15h00 em inglês
Sábado: 15h00 e 16h30 em português
Duram cerca de uma hora, podem ser agendadas em vários idiomas e integram também o Coro-alto, com vista privilegiada sobre a capela, e a Sacristia. O preço dos bilhetes é de 2,50 euros por pessoa. Máximo de 20 pessoas por grupo.