CONTACTO INVESTIR COMPORTA ALGARVE PORTUGAL

O Le Consulat é simultaneamente hotel, galeria e restaurante

Le Consulat
By Inês ALMEIDA . 3 years

O Le Consulat é um projeto de luxo que combina as artes com a tradição portuguesa

 

O edifício que durante 104 anos albergou o Consulado do Brasil, situado no Largo Camões, reinventou-se e abriu portas como o Le Consulat, um espaço cultural que combina hotel, galeria de arte, bar e restaurante. Este projeto de luxo combina de forma inovadora na capital portuguesa a hotelaria, as artes plásticas e as mais ancestrais tradições portuguesas e mediterrânicas.

 

Os mentores deste projeto, que abre portas a 1 de Junho, são François Blot e Valerie Guérend, um casal francês que arrendou os 2000 metros quadrados do prédio pombalino classificado. Nestes três andares com vista para o Chiado, investiram cerca de dois milhões de euros que dizem não se destinar “ao serviço do turismo de massas”, mas sim funcionar como um “polo de divulgação da arte e cultura portuguesas nas suas múltiplas expressões”.

 

A máxima deste novo espaço é “We are not only consumers” (não somos apenas consumidores). Neste pode ficar alojado num quarto ou num apartamento com todas as valências do hotel, pode tomar um vinho ou comer um petisco no Aperitivo Bar à Vins ou pode jantar no Taberna Fina, o restaurante do Le Consulat, cuja carta tem inspiração tanto na gastronomia francesa como portuguesa.

 

 

Le Consulat

 

 

Dormir no Le Consulat é uma experiência de retrocesso ao século XVIII. Neste edifício podem-se ver madeiras das famosas gaiolas pombalinas (a estrutura dos prédios da época), lareiras com azulejos, mobiliário vintage e peças rurais genuinamente portuguesas, assim como mármores e madeiras nacionais e até um altar antigo vindo de uma capela privada.

 

O lado mais curioso do Le Consulat é que cada apartamento ou suite tem uma parceria com uma galeria de arte de Lisboa. Ou seja, cada quarto é, simultaneamente, uma galeria onde estão expostos trabalhos de artistas conhecidos e um hotel para passar férias e usufruir de Lisboa, da sua arte, literatura e cultura. As obras podem ser adquiridas pelos hóspedes e são renovadas com regularidade, o que faz com que as divisões estejam em permanente mudança.

 

No primeiro andar do Le Consulat, encontra-se uma galeria com sete salas destinada a exposições e eventos culturais, portugueses e internacionais. De momento, o espaço tem patente a mostra “Panorama”, que se destina a expor trabalhos de artistas emergentes. Esta mostra vai estar patente até dia 25 de Agosto, à qual se irá seguir uma exposição de fotógrafos catelães. Tanto a galeria, como o bar e o restaurante, estão abertos ao público.

 

Fonte: Observador