CONTACTO INVESTIR COMPORTA ALGARVE PORTUGAL

My Lisboa com a blogger Ana Garcia Martins

My Lisboa | Ana Garcia Martins
Par Inês ALMEIDA Il y a 4 ans
Catégories :
My Lisboa

“Adorava ser turista para poder ver Lisboa pela primeira vez”

 

Porquê Lisboa para si?


Nasci e fui criada em Lisboa, por isso sempre tive uma relação muito especial com a cidade. Ainda sou do tempo em que se brincava na rua, em que se ia a pé para escola ou para o jardim, em que se ia à mercearia fazer recados aos pais, em que se pedia “um tostãozinho para o Santo António”. Tive uma infância muito livre e feliz em Lisboa e sem dúvida que isso contribuiu fortemente para a minha paixão pela cidade.

 

 

O que marca a diferença na capital?


Apesar de continuar a olhar de forma deslumbrada para a cidade, passo a vida a dizer que adorava ser turista para poder ver Lisboa pela primeira vez. Deve ser fascinante aterrar numa cidade tão versátil, onde é possível ver e fazer tantas coisas diferentes. Temos a zona antiga, temos zonas novas, temos tascas, temos restaurantes super sofisticados, temos campo e praia aqui perto, temos vistas incríveis. É uma cidade muito cosmopolita mas, ao mesmo tempo, repleta de história e tradição, e gosto de ver como tudo isso combina de forma tão harmoniosa, uma imensa sinergia de conceitos. E depois, claro, temos um rio maravilhoso e uma luz única. A luz de que toda a gente fala e que faz realmente a diferença. 

 

 

Luz de Lisboa

A luz de Lisboa (Photo Credit: Vortex Mag)

 

 

Qual foi a última descoberta que fez em Lisboa?

 

É engraçado, porque apesar de morar em Lisboa e de andar diariamente a pé pela cidade, passo a vida a descobrir novas ruas, novas lojas, novos restaurantes. Provavelmente porque, neste momento, Lisboa é uma cidade efervescente, há sempre coisas novas a acontecer, e eu faço questão de me manter a par das novidades. Penso que a minha descoberta mais recente foi o Topo, no Martim Moniz. Já abriu há algum tempo, mas só há pouco tempo consegui ir até lá. E vale muito a pena: pelo brunch e por ter uma das melhores vistas para a zona antiga da cidade. 

 

 

Topo Martim Moniz

Topo - Martim Moniz

 

 

Qual é o seu restaurante favorito?

 

Isso é mais ou menos como perguntarem-me qual a minha música ou o meu filme preferido. Não consigo escolher só um, é uma missão impossível. Mas posso indicar alguns dos meus preferidos. Por exemplo, o El Clandestino, o Olivier Avenida, o Sushi Café Avenida, o Esperança da Sé, o Casanova, o Sea Me, o Rio Maravilha, o 100 Maneiras, a Pizzaria Zero a Zero, o Yakuza First Floor…

 

 

Sushi Café Avenida

Sushi Café Avenida

 

 

Quando precisa de um lugar para relaxar na cidade, onde pára?

 

Qualquer sítio de onde se possa ver o Tejo. Por exemplo, a esplanada do Bairro Alto Hotel. Também gosto muito de correr ou de andar de bicicleta junto ao rio.

 

 

 

Qual é o segredo mais bem guardado de Lisboa?

 

Penso que já não é um grande segredo, até porque foi recentemente eleito pelo Lisbon Bar Show como o melhor bar do país, mas o Red Frog é um sítio surpreendente. Nada como tocar à campainha, descer até uma cave onde a rede do telemóvel não chega, e experimentar alguns dos melhores cocktails de sempre num ambiente muito cosy e descontraído.

 

 

Red Frog

Red Frog

 

 

Onde é que não resiste a fazer umas compras?

 

Sou bastante eclética no que toca a compras, tanto gosto de lojas de rua, mais pequenas e com um conceito diferenciador, como faço compras num dos muitos centros comerciais da cidade. Depende daquilo que procuro. Acho graça aos novos espaços que estão a surgir, como a Embaixada, que agregam um conjunto de várias marcas num só lugar. 

 

 

Embaixada

Embaixada

 

 

Se tivesse de recomendar um espaço de cultura na cidade... qual seria?


Gosto muito do trabalho que a Barbado Gallery tem desenvolvido ao nível das exibições fotográficas. Já trouxe até Lisboa nomes como o Antoine d’Agata ou o Steve McCurry o que, para uma curiosa da fotografia como eu, é absolutamente louvável.

 

 

Barbado Gallery

Barbado Gallery

 

 

Descreva Lisboa numa única palavra…

 

TUDO.
Para mim Lisboa é TUDO.

 

 

Dê-nos uma ideia para Lisboa...


Pode parecer um pedido um bocadinho irrelevante, mas gostava muito que a cidade tivesse mais esplanadas. Desde que, obviamente, respondessem a várias directrizes estéticas, que não descaracterizassem a cidade e que não nascessem sem um planeamento ajustado.  Temos uma frente de rio incrível e, na minha opinião, muito mal aproveitada. 

 

 

Ana Garcia Martins

 

 

Quem é Ana Garcia Martins?

 

Ana Garcia Martins nasceu em Lisboa em 1981. Licenciou-se em Ciências da Comunicação, na Universidade Nova de Lisboa, e pós graduou- se em Comunicação, Protocolo e Relações Públicas, em Madrid, e também em Marketing Management e em Consultoria de Imagem.

 

Estagiou na Antena1/Antena 3, foi jornalista de Cultura e Sociedade no jornal A Capital e editora da secção de Consumo da Time Out Lisboa durante cinco anos. É autora do blogue A Pipoca Mais Doce, que, desde 2003, contabiliza 50 milhões de visitas, e de dois livros – A Pipoca Mais Doce e Estilo, Disse Ela – e de uma Agenda.

 

Abriu uma loja (Bazaar Chiado), criou a sua própria marca e foi mãe. Em 2014, lançou o primeiro livro infantil, Quem deu um pum?, da Coleção Mateus, na Porto Editora.

 

 

Onde a encontra?

 

Blog: apipocamaisdoce.sapo.pt/

Facebook: facebook.com/apipocamaisdoce/

Instagram: instagram.com/apipocamaisdoce/