CONTACTO INVESTIR COMPORTA ALGARVE PORTUGAL

Spleen é a nova cafetaria do MNAC Chiado com brunch e cinema

Spleen MNAC
By Inês ALMEIDA . 3 years

Este espaço no Chiado combina o pecado da gula com a vertente cultural

 

Spleen é a mais recente novidade do Museu Nacional de Arte Contemporânea (MNAC) localizado no Chiado, em Lisboa. Esta cafetaria proporciona almoços saudáveis, música ao vivo e filmes ao ar livre. Este projeto é da responsabilidade de Maria João Mayer, ligada à produção de cinema, e João de Menezes, crítico de música, advogado e deputado, que ganharam o concurso público da cafetaria do MNAC.

 

A zona mais apelativa do Spleen é o Jardim das Esculturas, um reduto de paz no meio do Chiado, ao ar livre e escondido das multidões. Neste espaço pode sentar-se a desfrutar de um refresco ou mesmo degustar uma refeição saudável. É também neste jardim que vai acontecer grande parte da programação do Spleen. João de Menezes contou à NiT que pretendem ter “projeções de filmes, música ao vivo, artes cénicas e muito mais”.

 

Os novos mentores do espaço nunca estiveram ligados à restauração, mas sempre quiseram ter um espaço com programação musical. No projeto contaram com a ajuda das filhas, Matilde Menezes e Carolina Mayer. Após vencerem o concurso público, fizeram várias obras para conseguirem abrir o renovado Spleen no final de Maio. Deste faz parte ainda um salão do MNAC que vai entrar em funcionamento mais tarde. É neste salão, decorado com peças da casa de João Menezes, que vão servir o brunch e as refeições mais leves.

 

Na carta do Spleen encontra todas as opções que vão ser disponibilizadas ao longo da semana, que são rotativas, daí ser mais eficaz olhar para o quadro de ardósia disposto à entrada para saber quais são os pratos do dia. Algumas das sugestões são sopa de abóbora assada (€3,50), sopa de beterraba e queijo de cabra (€3,50), massa de arroz com camarão marinado e amendoim (€6) e risotto de cogumelos selvagens (€7,90).

 

Quanto ao brunch, pode pedi-lo aos fins-de-semana, sendo que esta é a única opção servida no espaço. Este é servido em regime buffet, contendo pão, scones, fruta, iogurte, empadas, quiches, doces, sumos, chá, café, queijos, fiambre e enchidos. Tem o custo de €13 por pessoa, podendo ser complementado com panquecas (€4) ou ovos benedict (€6,50). Este encontra-se disponível dentro do horário de serviço normal, entre as 10h00 e as 18h00. O Spleen tem o mesmo horário do museu e tem capacidade para receber 24 pessoas no interior e 40 na esplanada.

 

Fonte: NiT

Photo Credit: Observador