CONTACTO INVESTIR COMPORTA ALGARVE PORTUGAL

Restaurante Less abre segundo espaço no terraço da Pollux

Less na Pollux
By Inês ALMEIDA . 3 years

Antiga cafetaria da Pollux é substituída pelo restaurante de Miguel Castro e Silva

 

Até hoje, o terraço da loja Pollux é um dos segredos mais bem guardados de Lisboa. A Sociedade Pollux, para quem não conhece, foi fundada há 81 anos e prima pelos excelentes artigos de ménage, especialmente de cozinha, que se espalham pelos sete andares do edifício da Rua dos Fanqueiros. Esta loja na baixa destaca-se especialmente pela bela vista que tem sobre Lisboa, ou parte da cidade, a partir do oitavo andar.

 

Até agora, esta belíssima vista estava bastante desaproveitada, daí não ser especialmente conhecida no domínio público. Apenas possuía uma cafetaria cuja oferta não ia muito além de tostas e refrigerantes. No entanto, este banalíssimo snack-bar foi agora substituído pelo segundo espaço do restaurante Less, um conceito do chef Miguel Castro e Silva.

 

Este novo espaço é uma réplica do que existe desde final de 2015 no bar do Gin Lovers, na Embaixada do Príncipe Real. O conceito é o mesmo com algumas pequenas alterações. Existem alguns pratos que não se encontram no Príncipe Real, como o tártaro de bacalhau ou o lombo de vazia maturada. No novo Less vai existir um grelhador, possibilitando novas opções brevemente. Também nos tempos próximos vão existir na carta os famosos risottos, que vão ocupar o lugar de algumas das opções frias.

 

“Trabalho com a Pollux há uns anos, eles acharam piada à onda do Less e propuseram-me vir para aqui”, explica Miguel Castro e Silva ao Observador. Tal como fez com o restaurante Lumni, inaugurado em Junho, fê-lo em parceria com a Cerger. No entanto, neste caso a maioria das obras já estava concretizada pelo senhorio. O chef diz que apenas “mudámos algumas coisas na sala, criámos uma espécie de zona lounge”. Para breve está a chegada de uma vitrina refrigerada, onde um cozinheiro irá preparar os tártaros na sala, à vista dos clientes que fiquem no espaço interior.

 

O terraço, por seu turno, foi completamente renovado, do mobiliário à cobertura. A vista continua igualmente boa e pode ser desfrutada durante todo o dia, até fora da refeição. Neste espaço encontra uma carta de bebida, que inclui vários cocktails, vinhos a copo e uma sangria de Porto Rosé. “Este é um espaço divertido, acho que me vai dar gozo estar por aqui”, afirma o chef Castro e Silva.

 

Fonte: Observador