CONTACTO PORTUGAL COMPORTA ALGARVE INVESTIR VIVER

Roteiro em Lisboa: conheça a herança cultural da cidade

Roteiro Cultural
Posté par Inês ALMEIDA Il y a 3 Mois
Catégories :
Atividades Lisboa

Planeia visitar Lisboa e não sabe por onde começar a sua visita? Conheça o nosso roteiro em Lisboa

 

A história de Lisboa começa há muitos séculos atrás. Antes da ocupação romana, o povoado onde hoje se localiza a capital de Portugal tinha a denominação de Olisipo. Com a ocupação romana, foi transformada numa importante cidade no século II a.C., aproveitando a herança deixada pelos navegadores gregos e fenícios. Lisboa foi saqueada em 419 pelos Godos, em 453 ocupada pelos Suevos, depois sucessivamente pelos Visigodos, Suevos, Godos e novamente pelos Visigodos. Foi conquistada pelos Mouros em 714.

 

Foi apenas em 1147, quando Lisboa foi conquistada aos Mouros por D. Afonso Henriques, que se construíram os primeiros templos, sendo que em alguns deles foram aproveitados materiais das antigas mesquitas. Lentamente, Lisboa foi ocupando os campos adjacentes, primeiro nas zonas ribeirinhas e depois para o interior. Em 1255 torna-se capital de Portugal e nela são construídos mais alguns monumentos. Passa por épocas de glória, como a era dos Descobrimentos, e épocas de tragédia, como o terramoto de 1755, e hoje ergue-se bela e vitoriosa do alto das suas sete colinas.

 

É esta herança histórica que se encontra bem patente em Lisboa, sendo que a cada esquina se encontra um testemunho da sua grandeza, das suas vitórias e também das suas derrotas. Visitar Lisboa sem lhe conhecer a sua extensa herança cultural é desaproveitar um dos maiores atributos da cidade. Por isso lhe propomos um roteiro pelos museus e monumentos da cidade, se não todos, porque o tempo não o permite, pelo menos de alguns. Prometemos que vai sentir-se mais rico quando acabar a viagem.

 

 

Monumentos

 

Mosteiro dos Jerónimos

 

O Mosteiro dos Jerónimos é o monumento mais visitado de Portugal e não é difícil perceber porquê. Esta obra do século XVI não deixa ninguém indiferente, com a sua beleza e imponência. Situa-se numa das zonas mais turísticas de Lisboa, em Belém, a região com mais monumentos e museus por m2 na capital Portuguesa. Perca-se nos claustros do Mosteiro dos Jerónimos e aprecie esta obra resultante da era dourada dos Descobrimentos.

 

 

Endereço: Praça do Império, 1400-206 Lisboa

Telefone: (+351) 21 362 0034

Horários:

De Outubro a Abril - das 10:00 às 17:30 horas (última entrada às 17:00 horas)

De Maio a Setembro - das 10:00 Às 18:30 horas (última entrada às 18:00 horas)

 

 

Mosteiro dos Jerónimos

Mosteiro dos Jerónimos visto a partir dos jardins

 

Mosteiro dos Jerónimos

Claustros do Mosteiro dos Jerónimos

 

 

Padrão dos Descobrimentos

 

Em Lisboa não faltam locais estratégicos de onde obter vistas inesquecíveis. O Padrão dos Descobrimentos é um deles, acrescendo a isso o facto de ser também um monumento sumptuoso. Este foi inaugurado em 1960, ainda durante o regime ditatorial de Salazar, como homenagem ao Infante Dom Henrique.

 

A sua fachada, com 50 metros de altura, tem esculpidas as principais figuras da era dos Descobrimentos, representadas a olhar na direção do Tejo. Do alto do Padrão dos Descobrimentos consegue apreciar toda a zona de Belém, da Ponte 25 de Abril ao Mosteiro dos Jerónimos, incluindo a bela rosa-dos-ventos em mármore que se situa em frente ao monumento.

 

 

Endereço: Avenida Brasília 1400-038 Lisboa

Telefone: +351 213 031 950

Horários:

Verão (de Março a Setembro)

10h00 às 19h00 -Todos os Dias

Última Admissão: 18h30

Inverno (de Outubro a Fevereiro)

10h00 às 18h00 - Terça a Domingo

Última Admissão: 17h30

 

 

Padrão dos Descobrimentos

A fachada do Padrão dos Descobrimentos com as figuras esculpidas

 

 

Padrão dos Descobrimentos

Rosa-dos-ventos em mármore situada em frente ao Padrão dos Descobrimentos

 

 

Sé de Lisboa

 

A Sé de Lisboa data de 1147 e é um dos ex-libris de Lisboa, assim como um dos símbolos da reconquista cristã do território. Esta foi construída quando o primeiro rei de Portugal, D. Afonso Henriques conquistou a cidade aos mouros. No local, na freguesia de Santa Maria Maior, em Alfama, existia uma mesquita muçulmana.

 

A Sé de Lisboa foi construída segundo o estilo românico da época, tendo algumas semelhanças com a Sé de Coimbra. A sua fachada é um dos postais da cidade, especialmente quando cruzada por um dos típicos elétricos amarelos. Vale a pena visitar o Tesouro da Sé Patriarcal, que contém os restos mortais de São Vicente, o santo padroeiro de Lisboa.

 

 

Endereço: Largo da Sé,1100-585, Lisboa

Telefone: (+351) 21 887 6628

Horários:

Segunda-feira a sábado: 09h00 às 19h00

Domingos: 09h00 às 20h00

 

 

Sé de Lisboa

A fachada da Sé de Lisboa, com um dos icónicos elétricos em frente

 

 

Panteão Nacional

 

Levou 300 anos a ser construído, mas hoje é dos mais importantes monumentos de Lisboa. O Panteão Nacional, situado na zona histórica de Santa Clara, é a residência eterna de grandes vultos da história portuguesa. Nele estão os túmulos de Almeida Garret, do Infante D. Henrique, da rainha do fado, Amália Rodrigues, e do Eusébio, o famoso jogador de futebol.

 

Vale a pena visitar este monumento não só pelo significado que acarreta, mas também pela belíssima traça arquitetónica.  A brancura do seu exterior destaca-se na paisagem e o seu interior de mármores coloridos e decoração barroca impressiona qualquer pessoa. Suba até ao topo para admirar a bonita vista sobre a cidade.

 

 

Endereço: Campo de Santa Clara, 1100-471 Lisboa

Telefone: +351 21 885 4820

Horário: Abril a setembro, das 10h00 às 18h00 (última entrada às 16h40). Outubro a março, das 10h00 às 18h00 (última entrada às 17h40). Encerra à 2ª feira.

 

 

Panteão Nacional

A bela fachada do Panteão Nacional

 

 

Panteão Nacional

O interior sumptuoso do Panteão Nacional

 

 

Palácio da Ajuda

 

Não é só em Sintra que encontra palácios dignos de contos de fadas. Em Belém situa-se o Palácio Nacional da Ajuda, a última morada da família real portuguesa, que se preserva decorada tal como era no século XIX. É atualmente o único palácio visitável em Lisboa que ainda conserva a disposição e a decoração das salas exactamente como eram quando a família real habitava no palácio.

 

Este é um palácio de extensas dimensões, com quartos sumptuosamente decorados e divisões de tirar o fôlego, como a magnífica Sala do Trono ou a Sala dos Grandes Jantares. O Palácio Nacional da Ajuda alberga sempre uma exposição temporária, por isso pode aliar a visita a este histórico monumento ao usufruto de obras de arte contemporâneas.

 

 

Endereço: Largo Ajuda, 1349-021 Lisboa

Telefone: +351 21 363 7095

Horário: 10h00 às 18h00 (encerra à quarta-feira)

 

 

Palácio da Ajuda

Sobreposição de salas no Palácio da Ajuda

 

 

Palácio da Ajuda

A Sala dos Grandes Jantares

 

 

Museus

 

Museu Coleção Berardo

 

O Museu Coleção Berardo é um espaço museológico de referência em Lisboa, sendo um dos cem museus mais visitados do mundo. Este oferece uma visão global das artes plásticas do século XX e do início do século XXI, especialmente da arte europeia e americana. Nele encontra obras de Andy Warhol, Pablo Picasso, Joan Miró, Salvador Dali e Francis Bacon, podendo usufruir também de um leque variado de exposições temporárias.

 

 

Endereço: Praça do Império, 1449-003 Lisboa

Telefone: (+351) 21 361 2878

Horário: Aberto todos os dias, 10h00-19h00 (última entrada às 18h30)

 

 

Museu Coleção Berardo

Uma obra de Andy Warhol no Museu Coleção Berardo

 

 

MAAT

 

O MAAT – Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia é a nova proposta cultural para Lisboa. Provavelmente já se cruzou com uma foto do popular MAAT no Instagram. É irresistível fotografar a curvilínea fachada do edifício que reflete a luz de formas tão diferentes, mas sempre belas, cambiando de tonalidade ao longo do dia. Este museu cruza as áreas da arte, arquitetura e tecnologia e conta com a direção de Pedro Gadanho, que foi curador de arquitetura contemporânea no MoMA, em Nova Iorque.

 

 

Endereço: Avenida de Brasília Belém, Lisboa, Portugal

Telefone: +351 21 002 8130

Horário: das 10h00 às 20h00 (encerra à terça-feira)

 

 

MAAT

O belo MAAT não deixa ninguém indiferente

 

 

Museu Nacional de Arte Antiga

 

Criado em 1884, o Museu Nacional de Arte Antiga (MNAA) alberga a mais relevante coleção pública do país, que vai da Idade Média até ao século XIX. Neste museu encontra a arte nas suas diversas formas: pintura, escultura, ourivesaria, artes decorativas, assim como o maior número de obras classificadas como “tesouros nacionais”. Deixe-se encantar pelos famosos Painéis de São Vicente, de Nuno Gonçalves, uma das obras mais famosas do museu.

 

 

Endereço: Rua das Janelas Verdes, 1249-017 Lisboa

Telefone: (+351) 21 073 2319

Horário: 10h00 às 18h00 (encerra à segunda-feira)

 

 

Museu Nacional de Arte Antiga

Os famosos Painéis de São Vicente no Museu Nacional de Arte Antiga

 

 

Museu Nacional de Arte Antiga

Uma impressionante tapeçaria e mobiliário clássico no Museu Nacional de Arte Antiga