CONTACTO INVESTIR COMPORTA ALGARVE PORTUGAL

Turismo em Portugal é exemplo de sustentabilidade para OCDE

Turismo Sustentável
By Inês ALMEIDA . 3 years
Categories :
Turismo Portugal

“Portugal é visto como um exemplo de um país que tem uma estratégia integrada de desenvolvimento turístico”

 

Portugal foi convidado pela OCDE para apresentar, no dia 2 de outubro, em Paris, a sua estratégia para o setor no turismo, baseada na sua classificação como um destino sustentável, segundo Ana Mendes Godinho, secretária de Estado do Turismo. Esta foi uma reunião sobre políticas de turismo para um crescimento sustentável e inclusivo, na qual a governante apresentou o modelo português, ao lado de países como o Japão, Nova Zelândia e Alemanha.

 

“Portugal o que quer é dar visibilidade ao que se está a passar em Portugal porque isto também é uma forma de promover o país como um destino sustentável. Esta credibilidade que nos é dada pelas organizações internacionais reforça o prestígio e a promoção de Portugal como um destino sustentável que é a nossa linha de posicionamento do país”, disse Ana Mendes Godinho à agência Lusa.

 

Para a secretária de Estado do Turismo, “Portugal foi escolhido para apresentar o modelo português de como o turismo está a desempenhar um papel importante no desenvolvimento económico”. Segundo a governante, este é visto “como um exemplo de um país que tem uma estratégia integrada de desenvolvimento turístico”. Acrescenta ainda que o país conseguiu mostrar que há outros caminhos e soluções além da austeridade e que “o turismo pode ser um instrumento mobilizador das pessoas, mas também pode ser um instrumento para a promoção dos produtos portugueses”.

 

A secretária de Estado do Turismo em Portugal vai apresentar um programa de apoio à sustentabilidade turística, que prevê a abertura de uma linha de financiamento de 10 milhões de euros para novos projetos de turismo sustentável. Este programa quer promover novas soluções ao nível da mobilidade, da segurança, da limpeza, da gestão dos espaços e da inovação social.

 

“Portugal não quer um turismo de massas”, considera Ana Mendes Godinho, mas sim afirmar-se como um destino sustentável, “de qualidade e autêntico”. A secretária de Estado do Turismo disse ainda que vai apresentar “a capacidade de diálogo entre setor público e privado na construção de uma estratégia a dez anos que permita aos investidores, trabalhadores e empresas que tenham um quadro estável, seguro e que lhes dê confiança para o futuro”.

 

 

Fonte: Observador