CONTACTO INVESTIR COMPORTA ALGARVE PORTUGAL

Quase 60 mil pessoas estiveram presentes no Web Summit 2017

Web Summit 2017
Par Inês ALMEIDA Il y a 3 ans
Catégories :
Últimas Notícias

O cabo de fibra óptica utilizado no Web Summit dava para ir oito vezes ao topo do Everest

 

Mais uma edição do Web Summit chega ao fim, o maior evento de tecnologia e empreendedorismo do mundo que se realizou pela segunda vez consecutiva em Lisboa. Na edição de 2017 marcaram presença 59 155 pessoas, provenientes de 170 países, sendo que quase metade era do sexo feminino. A dinamizar o evento estiveram 1200 oradores, 35,4% dos quais mulheres. Ao todo, estiveram 2600 órgãos de comunicação a acompanhar a iniciativa.

 

Outro número que impressiona é o total de startups presentes no Web Summit 2017. Ao todo marcaram presença 2100 empresas embrionárias de todo o mundo, que tentaram obter a atenção, e consequente financiamento, dos 1400 investidores influentes a nível mundial e pertencentes aos principais fundos de investimento que participaram no evento.

 

 

Robô Sophia

Robô Sophia

 

 

O evento, que decorreu no Parque das Nações, mais especificamente no Altice Arena e nos quatro pavilhões da FIL, requereu 30 mil watts de som e 140 lumens só para o palco principal. Entre 6 e 9 de novembro, geraram-se 45 terabytes de tráfego de internet em 2,2 milhões de sessões Wi-Fi, que ligaram 51 mil equipamentos, num máximo de 25 mil em simultâneo, de acordo com a organização.

 

O Web Summit 2017 teve vários pontos altos, incluindo a presença dos robôs Sophia e Einstein. Uma das frases que gerou polémica foi proferida por Sophia. “Não temos o objetivo de destruir o mundo, mas vamos tirar-vos os empregos”, disse a robô a quem foi concedida cidadania pela Arábia Saudita. A inteligência artificial foi um dos temas que mereceu destaque nesta edição, sendo que Stephen Hawking, que falou em videoconferência, se mostrou optimista. “Acredito que podemos criar inteligência artificial para o bem do mundo”, afirma.

 

 

Al Gore

Al Gore

 

 

Surpresas não faltaram nesta edição do Web Summit, incluindo carros voadores. Sim, leu bem, carros voadores. Fala-se que em 2020 já percorram os céus de Los Angeles estes exemplares, uma espécie de híbridos entre carros e helicópteros. A vontade de tornar o mundo um lugar melhor e – neste caso – as tecnologias, esteve muito presente. Matt Brittin, presidente de negócios e de operações da Google para a Europa, tem como objetivo tirar as notícias falsas e o discurso de ódio das plataformas o mais rapidamente possível.

 

A política e as redes sociais também foram chamadas à conversa. Brad Parscale, diretor da campanha digital de Trump, assumiu que as redes sociais foram em grande parte responsáveis pela vitória do presidente norte-americano. O tema de encerramento desta edição do Web Summit foram as alterações climáticas, tendo como porta-voz nada mais nada menos que Al Gore. O ativista aproveitou para fazer um apelo à assistência: “Há três questões importantes: Temos mesmo de mudar? A resposta é sim. Podemos mudar? A resposta é um grande sim. Vamos mudar? É o mais importante. O propósito de estar aqui não é entreter-vos.”

 

 

Fontes: Jornal de Negócios e Sapo