CONTACTO INVESTIR COMPORTA ALGARVE PORTUGAL

Descubra as novas colheitas da Quinta do Monte d'Oiro

Quinta do Monte d'Oiro
Par Inês ALMEIDA Il y a 10 Mois
Catégories :
Atividades Lisboa

O produtor da região vitivinícola de Lisboa apresenta ao mercado os Lybra branco 2017, rosé 2017, ambos biológicos, e tinto 2015

 

A Quinta do Monte d'Oiro, localizada em Alenquer, acaba de lançar as novas colheitas da gama Lybra, vinhos gastronómicos caracterizados pelo equilíbrio entre as castas, a fruta e o terroir. O Lybra branco e o Lybra rosé 2017 são os primeiros vinhos biológicos certificados da empresa, o que confirma a aposta da Quinta em converter, desde 2006, toda a sua viticultura para o modo de produção biológico.

 

São vinhos incrivelmente frescos, vibrantes e harmoniosos. O branco destaca-se pela versatilidade, com uma frescura cítrica e boa acidez. O rosé é um vinho estruturado, muito fresco, seco e sem taninos expressivos. Por seu turno, o Quinta do Monte d'Oiro Lybra tinto 2015, elaborado a partir da casta Syrah, é um vinho gastronomicamente muito versátil, de espírito jovem e alegre.

 

“Estamos muito felizes com o resultado das novas colheitas. O nosso objectivo é que os nossos vinhos transmitam sempre a identidade própria do terroir privilegiado onde nasceram. O Lybra tinto, por exemplo, é a confirmação da perfeita adequação da casta Syrah ao terroir da Quinta do Monte d’Oiro. O nosso compromisso é criar vinhos extremamente gastronómicos, e os Lybra são a prova disso mesmo”, refere Francisco Bento dos Santos, director geral da Quinta do Monte d'Oiro.

 

Com PVP's de 10€ (Quinta do Monte d'Oiro Lybra tinto 2015), 9€ (Quinta do Monte d'Oiro Lybra branco 2017) e 8€ (Quinta do Monte d'Oiro Lybra rosé 2017), estes vinhos estão disponíveis em garrafeiras, alguns supermercados, clubes e restaurantes por todo o país.

 

 

Sobre a Quinta do Monte d'Oiro

Localizada na região vitivinícola de Lisboa, no concelho de Alenquer, a Quinta do Monte d'Oiro é conhecida desde o séc. XVII pelo seu terroir privilegiado e é, há mais de trinta anos, propriedade do gastrónomo José Bento dos Santos, que tem como objectivo elaborar vinhos de alto gabarito, profundamente gastronómicos, com mineralidade, frescura, elegância e complexidade. Para tal, é praticada uma viticultura 100% biológica (certificada) com gestão parcelar e baixos rendimentos de produção. Na adega, os processos de vinificação são suaves e extremamente rigorosos, decorrendo os estágios em madeira nas melhores barricas de carvalho francês.

 

Desde a primeira vindima, em 1997, os resultados têm-se revelado excelentes e consistentes: os diversos vinhos da Quinta alcançaram inúmeros prémios e distinções em Portugal e no estrangeiro (de que são exemplo os seis “Prémios de Excelência” da Revista de Vinhos; os 15 vinhos eleitos “Os Melhores do Ano” pelo crítico João Paulo Martins; os 30 vinhos classificados no “Top” da revista Wine; o “Melhor Vinho da Península Ibérica”; ou as 50 classificações por Robert Parker na restrita categoria dos 90-95 pontos – “outstanding”).

 

Os vinhos da Quinta do Monte d’Oiro estão presentes em importantes mercados internacionais, como França, Holanda, Suíça, Luxemburgo, Suécia, Noruega, Bélgica, Finlândia, República Checa, E.U.A., Canadá, Brasil, Angola, China e Taiwan.

 

 

Fonte: Comunicado de Imprensa