CONTACTO INVESTIR COMPORTA ALGARVE PORTUGAL

Caldas: Festival da Codorniz, sabor inverso ao tamanho

Festival da Codorniz no Landal
By João GALVÃO . 2 years
Categories :
Turismo Portugal

Como pode uma criaturinha tão pequena ser tão deliciosa? O Festival Nacional da Codorniz, no Landal, prova e dá a provar

 

São esperados mais de 15 mil visitantes para celebrar o Festival da Codorniz no Landal, município das Caldas da Rainha, entre 31 de maio e 3 junho. Para além das versões que já nos tentam desde sempre, fritas ou grelhadas, há de haver aventuras gastronómicas como pizza de codorniz, hambúrguer de codorniz, panadinhos e codorniz de escabeche, entre tantas variações que ajudam aquele pobre passarinho a transformar-se num petisco gourmet. 

 

Prometido pela organização está já a melhor companhia líquida para as variações de codorniz, os melhores vinhos locais produzidos ali mesmo no Landal, e para fechar o repasto, o pão-de-ló regional e as peras-rocha, bêbedas elas, bêbedos nós, nos vinhos da terra. 

O Landal é a mancha geográfica com maior produção nacional de codornizes, colocando no mercado mais de 3 milhões de aves, cerca de 75% do que é consumido a nível nacional. Desta forma, nesta freguesia cuja economia e emprego assenta largamente na criação, abate e transformação de codornizes, este festival surge de forma natural e esperta.

 

Nesta 8ª edição do Festival da Codorniz do Landal há um cartaz de animação para facilitar digestões que graças-a-deus serão complicadas: um passeio de motorizadas e um circuito de ciclismo, jogos de paintball, várias tasquinhas para provar digestivos que ajudem à tal digestão, concertos, dj’s ao vivo, folclore, uma mostra de aves exóticas e todas as variantes de codorniz para que justifiquemos os digestivos, de novo.

Agora temos que ceder um parágrafo ao passarinho em honra do qual este Festival se ergue. A codorniz é tida pelos grandes chefs como uma ave deliciosa mas que precisa de ajuda para se tornar irresistível. Isto por ser magra – cada 100 gramas da sua carne fornecem apenas 106 calorias e uma mísera 1,6 gramas de gordura. É assim uma das carnes mais saudáveis para quem não se passou cegamente para o veganismo e tontices que tais, de forma a continuar a comer, saudavelmente, a deliciosa e imprescindível carne. A sua textura é suave, branca e macia, e a carne é rica em proteína e aminoácidos essenciais.

 

Em relação à ajuda que os chefs famosos dizem que esta carne necessita, não se preocupe, o Festival está cá para isso, para a tornar mais do que saudável, deliciosa; é sua função torná-la irresistível e fazer com que cada vez que formos ao supermercado a consideremos seriamente para o jantar dessa noite.

 

 

Imagens cedidas pelo município.