CONTACTO INVESTIR COMPORTA ALGARVE PORTUGAL

Há mar e mar na carta de Maio do Kanazawa

Kanazawa
By Inês ALMEIDA . 2 years

Para este mês, o chef Paulo Morais preparou uma ementa na qual utiliza essencialmente produtos vindos do oceano e legumes

 

Em Maio, o mar está em destaque na carta do Kanazawa. Além do sushi e do sashimi, elaborados sempre com peixes e mariscos frescos da nossa costa, podemos encontrar pratos como chazuke de robalo com massa de machá, figado de tamboril, legumes e chá torrado; nuta de atum, algas wakame, rabanete e molho sumiso; ou tempura de camarão da costa, espinafre e molho de gemas e vinagre de arroz.

 

Este mês não utilizo carne uma única vez, nem mesmo nos caldos. Quis elaborar um menu em que o principal desafio foi trabalhar o peixe e os produtos da 'nossa horta'. Trabalhamos intensamente para que todos os meses os clientes se surpreendam com os pratos que apresentamos”, refere o chef Paulo Morais em comunicado.

 

No Kanazawa existem quatro menus de degustação, sendo a variedade dos pratos apresentados o que os diferencia. O menu Tasting, que custa 150€, é o mais completo e contempla nove momentos e uma harmonização de vinhos. O menu Kanazawa (100€ sem bebidas) é constituído por oito pratos. O Miyazaki, com sete momentos, tem um valor de 90€ e o Oyama, com cinco pratos, um valor de 60€.

 

Sobre o Kanazawa

Com um menu kaiseki único, que respeita os rigorosos conceitos nipónicos, e apenas oito lugares ao balcão, o Kanazawa apresenta-se como o restaurante japonês mais exclusivo de Lisboa. Paulo Morais, o chef português mais especializado em cozinha oriental, é o chef e proprietário do restaurante. A cozinha Kaiseki, equivalente ao ‘fine dining’ ocidental, exprime, através de um menu de degustação, a estação e o lugar onde se encontra, sendo as técnicas de confecção e a apresentação dos pratos absolutamente rigorosas.

 

Aberto apenas para jantares, os clientes são sempre recebidos pelo chef que, à sua frente, lhes prepara o menu escolhido, enquanto explica cada prato pormenorizadamente, de modo a que consigam entender o que estão a comer, de onde vem e o porquê de ser servido assim. A apresentação do prato é também meticulosamente pensada, mais uma vez respeitando o conceito japonês: a loiça escolhida, o empratamento elegante, a atenção ao detalhe, reflectindo a arte minimalista japonesa.

 

 

Fonte: Kanazawa