CONTACTO PORTUGAL COMPORTA ALGARVE INVESTIR VIVER
Viver em Portugal

Conselhos práticos para viver em Portugal

Queremos que tenha a melhor transição possível caso vá viver em Portugal

 

Por isso elaborámos uma lista relativa a questões práticas que possam surgir ao longo da sua permanência no País. Adiante, pode consultar as respostas a eventuais dúvidas que possa ter.

 

Que documentos é que preciso de ter em minha posse para entrar em Portugal?

 

Caso não sejam abrangidos pelo Tratado Schengen, os cidadãos estrangeiros devem ser portadores de documento de viagem com validade superior a pelo três meses à duração da estada pretendida e possuir um visto válido e adequado à finalidade da estada para garantir a sua entrada em território português. Além disso, têm de possuir meios económicos para garantir a sua subsistência ao longo do período da estadia.

 

Quanto custa viver em Portugal?

 

Embora o custo de vida em Portugal tenha aumentado consideravelmente nas últimas décadas, devido ao desenvolvimento exponencial do país, este ainda é baixo quando comparado a outros países da União Europeia. Lisboa encontra-se na 47.ª posição no ranking das 58 cidades mais caras do mundo.  Entre os produtos mais caros em Portugal, encontra-se o vestuário, carros e outros bens de consumo. No entanto, as rendas das habitações, os alimentos frescos, o álcool, os restaurantes e o entretenimento no geral continuam a ter um custo mais baixo em Portugal do que na maioria dos países europeus.

 

O que posso fazer para assegurar os meus cuidados de saúde quando viver em Portugal?

 

Caso seja europeu, terá de obter o Cartão Europeu de Seguro de Doença (CEDS), que permite que qualquer pessoa segura ou abrangida por um regime de proteção social de um dos Estados-Membros da UE (ou Islândia, Listenstaina, Noruega e Suíça), possa obter a assistência médica necessária junto dos prestadores de cuidados públicos durante a sua estada temporária em Portugal, ou num dos países referidos.

Se não pertence a nenhum dos países acima mencionados, terá obrigatoriamente de obter um seguro de viagem. Portugal é um dos países da Comunidade Europeia que assinou o Tratado de Schengen. Este determina a obrigatoriedade de que os turistas que visitem um dos países abrangidos pelo acordo comprovem possuir uma assistência a viagens no valor mínimo de 30 mil euros, para garantir assistência médica por doença ou acidente. 

 

Quando devo visitar Portugal?

 

Não há nenhuma época desaconselhável para visitar Portugal. Os seus invernos são amenos quando comparados ao norte da Europa, com temperaturas mínimas a rondar os 8 graus e máximas a rondar os 15, em Dezembro, Janeiro e Fevereiro. A meia estação tem temperaturas, que andam entre os 15 e os 20 graus centígrados e chuvas moderadas. Já Junho, Julho, Agosto e Setembro são meses quentes, mas não em demasia, com máximas próximas dos 30 graus ou um pouco acima. Durante o Verão é raro chover em Portugal.

 

Qual é o fuso horário em Portugal?

 

O fuso horário utilizado em Portugal continental é GTM, tal como no Reino Unido e noroeste de África. No verão os relógios são adiantados uma hora no último domingo de Março e atrasados novamente no último domingo de Outubro, de acordo com as leis da União Europeia.

 

Que línguas é que se falam em Portugal?


A língua materna falada em Portugal é o português. Esta deriva do latim e é a terceira língua da Europa mais falada em todo o mundo, por cerca de 244 milhões de pessoas. No entanto, o francês é a segunda língua mais falada pelos portugueses e o inglês a terceira.
 

Consulte aqui os contatos que o podem ajudar durante a sua estada em Portugal.