CONTACTO INVESTIR COMPORTA ALGARVE PORTUGAL

Facilite a sua adaptação a Portugal

Adaptação a Portugal
By Inês ALMEIDA . 4 years
Categories :
Viver em Lisboa

Como se organizar para ir viver para Portugal? Deve começar a preparar-se? Se a resposta for sim, deve focar-se nos detalhes em que tem de pensar. Entre costumes, língua e conhecimento local, vamos ajudá-lo a munir-se do que precisa para deixar a sua terra natal e se juntar a este país, para garantir que o seu sonho não se transforma num pesadelo. Siga as dicas seguintes e saiba como preparar a sua adaptação em Portugal.

 

Algumas dicas

Antes de partir, pode já seguir algumas dicas, como as que lhe contamos aqui. Por exemplo, neste momento já deve saber qual é o seu destino e, antes de comprar um apartamento, é melhor já o ter visitado e saber onde é que este se localiza. No nosso outro blogue, Apartamentos em Lisboa, falamos sobre as diferentes áreas da capital, que é importante conhecer antes de escolher o que melhor se adapta ao seu estilo de vida.

 

Também deve trazer todos os mapas e guias que necessite para o ajudar a familiarizar-se com o novo contexto, os transportes, os locais a visitar, restaurantes a visitar, algumas possíveis acomodações, etc.

 

Há pelo menos uma coisa à qual não terá de se adaptar, caso seja francês, é a moeda corrente: pois em Portugal também se utiliza o euro. Pelo contrário, caso seja suíço, o caso é diferente, no entanto a conversão é rápida, uma vez que oscila em torno de 1: 1 (a partir de 17 de Novembro de 2015 foi 1 CHF = 0,9276 euros). A sua adaptação a Portugal vai ser bem rápida a partir daí.

 

O idioma

Aprender Português não é essencial, mas é mais interessante se o fizer. A bem ver, e até mesmo na capital, a maioria dos portugueses estão familiarizados com a língua francesa e vai sempre encontrar alguém que o perceba.

 

No entanto, não é por falar inglês que faz com que veja com bons olhos um inglês que vá morar para França e não faça um esforço para falar a língua dos locais. O mesmo acontece em Portugal. A sua adaptação a Portugal será ainda mais fácil se fizer um esforço para compartilhar a língua dos locais; será particularmente apreciado e demonstra a sua vontade de se integrar.

 

Amigos que deixa no seu país

Ir viver para Portugal significa deixar o seu país de origem, o seu passado. E, também, alguns membros da sua família e amigos, cuja maioria não o vai seguir. 

 

De qualquer forma, uma vez que Portugal dispõe de bons serviços aéreos, regressar à sua terra natal só lhe demora umas duas ou três horas, o que até é mais rápido do que se viajasse de outra parte do seu país de origem.


Por outro lado, é provável que, dado o custo da propriedade ser bem mais baixo que na maioria dos outros países europeus, pode adquirir uma habitação grande o suficiente para receber os seus amigos e família. Parece improvável que eles não queiram vir vê-lo a Portugal de vez em quando e desfrutar, também, do sol, especialmente se o alojamento é gratuito e o custo de vida é mais barato. Alguns até podem gostar do país ao ponto de também se quererem mudar e vir a ser a sua vez de os ajudar a adaptarem-se a Portugal.

 

Finalmente, com meios de comunicação modernos, pode ficar em contacto com quem está longe com frequência. Os telefones agora funcionam muito bem em chamadas internacionais, sem custo adicional, e também pode enviar e-mails ou utilizar chats de vídeo como o Skype.

 

Fazer amigos em Portugal

Além disso, certamente vai fazer muitos novos amigos em Portugal. Se se quiser concentrar na sua nacionalidade francesa, há muitos seus compatriotas a viver lá, que decerto vão ajudá-lo na sua adaptação ao país. Também existem associações de acolhimento para os francófonos.

 

De qualquer forma, se tiver optado pelo estatuto de residentes não habitual, apenas precisa de viver em Portugal durante 6 meses e 1 dia por ano. Pode sempre voltar ao seu país de origem na outra metade (menos um dia) do ano.