CONTACTO INVESTIR COMPORTA ALGARVE PORTUGAL

Festival Zona Não Vigiada regressa à Zona J amanhã

Festival Zona Não Vigiada
By Inês ALMEIDA . 3 years
Categories :
Atividades Lisboa

B Fachada é o cabeça de cartaz do festival que decorre na Zona J

 

A primeira edição do festival Zona Não Vigiada aconteceu há dois anos, em 2015. Depois do interregno de um ano, a iniciativa regressa à zona J, no bairro lisboeta de Chelas, amanhã, dia 16 de Setembro. Esta edição vai contar com a atuação de B Fachada (na foto), cabeça de cartaz, Equiknoxx Music e Tomasa del Real. Fica prometida uma tarde boa música, democrática e transversal a todas as idades e etnias.

 

“A espontaneidade e a liberdade reinaram sobre a tensão e atitudes pré-concebidas. As pessoas e a música, na sua energia e vibração positiva, foram o assunto e substrato do evento”, explica a organização no comunicado de imprensa. Refere também que o evento, produzido pela Filho Único e pela Casa Conveniente, conseguiu “edificar um dia inspirador e feliz de celebração do espírito humano”.

 

O cabeça de cartaz da Zona Não Vigiada em 2017 é B Fachada, compositor e intérprete português que, através dos seus temas, tem questionado certezas comuns, recorrendo à denúncia, à parábola, ao paradoxo, ao sonho e ao excesso. Este é, de acordo com a organização do festival, “o compositor e intérprete mais importante, mais generoso e mais exigente que se afirmou na última década” em Portugal.

 

Em destaque no festival estão também os Equiknoxx Music, vindos da Jamaica, que “nos últimos anos têm apostado em revitalizar a tradição da música Dancehall a partir da terra que a viu nascer e expandir-se pelo mundo fora”, assim como a dupla God Colony, formada por dois jovens sediados em Londres, “que tem estado a trabalhar na realização de uma música urbana inquisitiva da sua própria natureza e direção, enraizada na sua deslocação, descentrada na sua vida online contaminada”.

 

Do cartaz do festival também faz parte Tomasa del Real, a “carismática chilena a codirigir uma revolução geracional e identitária na cultura juvenil alternativa da América Latina e diáspora associada”, assim como o DJ Nigga Fox, que tem uma nova abordagem à música electrónica de dança. O programa inclui ainda uma atuação que resulta de uma residência artística desenvolvida na zona na semana anterior ao evento.

 

Endereço: Av. João Paulo II, lote 536, 1ª, Bairro do Condado, 1950-152 Lisboa

Horário: 16 de Setembro, das 15h00 às 21h00

Preço: entrada gratuita

 

 

Fonte: Público