CONTACTO INVESTIR COMPORTA ALGARVE PORTUGAL

Fábrica Alentejana de Lanifícios, uma segunda vida

Fábrica Alentejana Lanifícios
Par João GALVÃO Il y a 4 ans
Catégories :
Turismo Portugal

Raro, exclusivo e local, trilogia mágica que devolveu a vida à Fabrica Alentejana de Lanifícios, em Reguengos de Monsaraz

 

O Folk é tendência forte na decoração e na moda de há uns anos para cá. Se de início figurava apenas em duas ou três marcas e designers de nicho, hoje em dia está espraiada em cada semana de moda e em todas as feiras internacionais de interiores.

 

Seja porque a ‘aldeia global’ nos põe as casas todas iguais, seja porque toda a gente quer ter ‘diferente’, as artes populares tradicionais são cada vez mais usadas tanto na moda como no desenho de interiores. E aqui, cada nação deve puxar por si, pelas suas características diferenciadoras de todo o resto amalgamado que o mercado globalizado oferece; não é uma questão de nacionalismo político,  nos nossos dias é uma atitude comercial inteligente.

Desde o final da década de setenta que Mizette Nielsen está à frente da Fábrica Alentejana de Lanifícios. Esta é muito mais antiga e perde-se nos meados do século XIX a sua abertura; sabe-se que tem pelo menos desde 1920 alvará para produção industrial. Até meados de 1970 produzia as clássicas mantas de pastor, em grossa lã natural, tanto para uso rural como para o exército.

 

Pouco antes de 1980, a fábrica (e o rico espólio de desenhos originais da época de abertura) passou para as mãos de Mizette, que a descobriu enquanto fazia um levantamento oficial sobre a manufatura de lanifícios. Descobriu a fábrica e mais importante ainda, descobriu o rico espólio de desenhos originais, alguns mesmo tipicamente mouriscos, tão ao gosto alentejano, e as pessoas que sempre os fizeram e o respetivo ‘saber-fazer’.

Mizette calcorreou a região num verdadeiro trabalho antropológico, resgatando teares e reconstruindo-os, bem como mantas tradicionais para lhes salvar o desenho do esquecimento.

Na busca desenfreada pelo mercado ‘limpo e categorizado’, típica das intenções da UE, muitas características nacionais estiveram em risco de se perderem; as que não se perderam podem ser na atualidade os melhores negócios. Como a fábrica de Mizette: é verdade que já não há pastores nem tropas no Ultramar, mas as mantas e os tapetes da Fábrica Alentejana de Lanifícios fornecem a nata dos designers de interiores de todo o mundo. E a nós, se tivermos bom gosto e quisermos dar um passeio até Reguengos de Monsaraz.

 

Fábrica Alentejana de Lanifícios

Rua Mendes 79

7200-302 Reguengos de Monsaraz

Tel: 266 502 179

http://mizzete.pt/pt