CONTACTO INVESTIR COMPORTA ALGARVE PORTUGAL

Marina de Oeiras: a casa da sua casa marítima

Marina de Oeiras
By João GALVÃO . 2 years

Para quem chega a Portugal no seu próprio barco a Marina de Oeiras é o melhor poiso para ele e para si

 

A Marina, ou Porto de Recreio, de Oeiras espera pelas suas velas numa localização única na costa portuguesa. Foi alvo há pouco tempo de remodelação e ampliação e tem atrações tanto históricas como recreativas para quem chega cansado de tanto azul à volta.

 

 

A Marina de Oeiras tem sete pontões abrigados por longo quebra-mar e uma vasta doca seca. Oferece 294 amarrações em pontos flutuantes e 100 lugares a seco, num plano com 4.500m2

Sem ter que se deslocar, encontra logo ali restaurantes, bares, uma press shop e várias lojas náuticas.

 

 

A Pousada de Juventude de Oeiras fica a 50 metros, num belíssimo forte originalmente do século XVIII, construído para a defesa contra a pirataria. E a melhor piscina de água salgada de Lisboa também fica logo ali, atravessando a estrada, apenas. Tem dois planos de água, uma para crianças com 330m2 e 40cm de profundidade e outra para adultos com cerca de 1500m2e profundidade entre 120cm e 2 metros. Tem ainda plataformas de saltos para a água, a 70cm, 2, 5 e 7,5 metros.

 

 

A partir daqui o artigo é mesmo só para quem lhe vai dar uso prático, vem aí terminologia como “calado”, “N NW” e “Fl G 3s 8m 1,5M”, tudo coisas que só lobos-do-mar entendem e agradecem.

A localização desta marina, o Porto de Recreio de Oeiras, é 38o40.60’N / 9o19.00W, imediatamente em plena boca do Tejo, quase Atlântico, já. O calado máximo permito são 3,5 metros de profundidade e o vento predominante sopra N NW. Para comunicar use o canal VHF-canal 9.

 

 

Entrando na boca do Tejo, a Marina de Oeiras fica a aproximadamente 0,5 milhas a nascente do Farol de S. Julião (Oc R Ss), com alcance de 14 milhas, instalado sobre torre prismática cinzenta com cúpula vermelha, a altitude de 41 metros, localizado nas coordenadas 38o40,466’N / 9o19,515’W. A entrada do Porto de Recreio faz-se por entre os topos dos molhes norte e sul. Molhe Norte: 38o40.62’N / 9o18,99’W. O seu limite é marcado com torre cilíndrica branca com bandas verdes, Fl G 3s 8m 1,5M;Molhe Sul: 38o40.56’N / 9o19.00’W, marcado com torre cilíndrica branca com bandas vermelhas, Fl R 3s 8m 1,5M.

A entrada é feita com rumo 277º, até ao alinhamento dos farolins dos molhes, após o qual deve ser corrigido para SW (aproximadamente 225º) de forma a passar entre o molhe sul e o topo do molhe cais (sinalizado com farolim de luz verde a uma altitude de 3m – Lt. 0.5s; Oc. 1,0s; Lt. 0.5s; Oc. 2,0s).

 

 

A recepção funciona, em época alta – 1 de maio a 30 de setembro – das 8h00 ás 22h00, e na época baixa – de 1 de outubro até 30 de abril – das 8h00 às 18h00.

A organização disponibiliza combustível 24 horas por dia, e existe pessoal de segurança around the clock, com sistema de circuito fechado de vigilância.

Para quem esteja farto de passar as t-shirts por água salgada e já não suporte vestir roupa tesa como tábuas, há uma lavandaria que funciona com fichas disponíveis na recepção, com máquinas de lavar, secar e ferros de engomar.

 

 

Se não é versado em manobras estreitas, o Porto de Recreio de Oeiras disponibiliza-lhe um vallet de embarcações, que pode ainda arrumar o seu barco de pequeno porte ou mota de água, se for um marinheiro de fim-de-semana; não se ofenda, antes no fim-de-semana do que de nunca, não é?

 

Para mais info clique por favor aqui.

 

Fotos diurnas do site da Marina, as noturnas pelo repórter.