CONTACTO INVESTIR COMPORTA ALGARVE PORTUGAL

My Lisboa com a jornalista Ana Neves

My Lisboa | Ana Neves
By Inês ALMEIDA . 3 years
Categories :
My Lisboa

“Lisboa é uma cidade muito viva, com muita coisa a acontecer ao mesmo tempo, com muitos projetos a nascer”

 

Porquê Lisboa para si?

 

Nunca fiz planos para viver e trabalhar em Lisboa, foi uma coisa que acabou por acontecer. Sou natural de Santarém e estudei em Leiria e em Madrid. A opção de vir para a capital portuguesa surgiu quando tive de escolher uma empresa para estagiar, no âmbito da licenciatura. Desde aí, não saí mais: continuei a trabalhar cá e fui ficando cada vez mais apaixonada pela cidade.

 

 

O que marca a diferença na capital?

 

Além da sua beleza – repercutida nos miradouros, nos monumentos, nos jardins e nos espaços de lazer –, é caracterizada por uma agitação caótica que se torna viciante. Lembro-me que, ao início, lidava muito mal com a correria do quotidiano, com a luta contra o tempo, mas hoje já não me imagino a viver de outra forma. É uma cidade muito viva, com muita coisa acontecer ao mesmo tempo, com muitos projetos a nascer.

 

 

Jardim Tropical

Jardim Tropical

 

 

Qual foi a última descoberta que fez em Lisboa?

 

Todos os dias descubro coisas novas sobre Lisboa. E escrevendo sobre a cidade, em termos profissionais, isso ainda se torna mais significativo. Não me lembro da última descoberta, mas recordo-me de uma das primeiras que fiz quando vim viver para cá: toda a gente acha que o santo padroeiro da cidade é o Santo António, quando, na verdade, é São Vicente.

 

 

São Vicente

Estátua de São Vicente

 

 

Qual é o seu restaurante favorito?

 

Tenho vários restaurantes favoritos, mas um que conheci recentemente – e do qual gostei bastante – foi o Organi Chiado, com opções saudáveis e bastante saborosas.

 

 

Organi Chiado

Organi Chiado

 

 

Quando precisa de um lugar para relaxar na cidade, onde pára?

 

Em qualquer sítio perto do rio. Gosto de correr, de andar ou simplesmente sentar-me a desfrutar da paisagem na frente ribeirinha, entre o Terreiro do Paço e Belém.

 

 

Zona ribeirinha de Lisboa

Zona ribeirinha de Lisboa

 

 

Qual é o segredo mais bem guardado de Lisboa?

 

Ainda estou a tentar descobri-lo.

 

 

Onde é que não resiste a fazer umas compras?

 

Adoro a zona da Baixa Pombalina e do Chiado. Encontramos de tudo: desde as lojas históricas às mais modernas. Tenho pena que esses estabelecimentos mais antigos estejam a fechar. Fazem parte da identidade da cidade.

 

 

Baixa Pombalina

Baixa Pombalina

 

 

Se tivesse de recomendar um espaço de cultura na cidade... qual seria?

 

Lisboa tem espaços culturais para todos os gostos, mas talvez apontasse o recentemente inaugurado Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia, desde logo pelo seu edifício invulgar.

Para quem, como eu, gosta de conhecer as origens da cidade, recomendo uma ida ao Reservatório da Patriarcal ou às Galerias Romanas.

 

 

MAAT

MAAT

 

 

Descreva Lisboa numa única palavra...

 

Encantadora.

 

 

Dê-nos uma ideia para Lisboa...

 

Dado o ‘boom’ do turismo nos últimos anos, penso que este é o momento para assegurar infraestruturas e equipamentos (ao nível dos transportes, por exemplo) com dimensões adaptadas à quantidade de visitantes, nunca esquecendo – e até privilegiando – os residentes. Isso evitaria algum confronto entre estes dois mundos.

 

 

Ana Neves

 

 

Quem é Ana Neves?

 

Ana Matos Neves, 24 anos. Jornalista da Agência Lusa. Acompanha profissionalmente, há três anos, a realidade local de Lisboa (e também a política). Antes de o fazer, já era moradora – depois de ter passado por locais como Benfica e Arroios, rendeu-se ao centro, residindo agora na baixa.

Comunicativa por natureza. Apaixonada por jornalismo, moda, ‘fitness’ e música.

 

 

Onde a encontra?

 

Facebook: facebook.com/avnmneves

Instagram: instagram.com/anamatosneves/