CONTACTO INVESTIR COMPORTA ALGARVE PORTUGAL

My Lisboa com a Sónia Morais Santos

My Lisboa | Sónia Morais Santos
Par Inês ALMEIDA Il y a 4 ans
Catégories :
My Lisboa

“O meu marido diz que eu não aguentava e, por isso, vou continuando por cá, nesta cidade linda”

 

 

Porquê Lisboa para si?

 

Porque foi onde nasci. Porque durante muito tempo não me imaginava a viver noutro sítio, apesar de agora, com o avançar da idade, já começar a sonhar com uma vida mais calma, longe do bulício, talvez no Douro ou numa praia paradisíaca. Mas o meu marido diz que eu não aguentava e, por isso, vou continuando por cá, nesta cidade linda.

 

 

Casario de Lisboa

Casario de Lisboa

 

 

O que marca a diferença na capital?

 

A luz. O casario. As colinas. Os miradouros. Os elevadores e eléctricos. Os bairros e bairrismos. Os santos populares. A sardinha assada. O fado.

 

 

Qual foi a última descoberta que fez em Lisboa?

 

Por incrível que pareça, foi o Village Underground, no Lx Factory. Fiz uma reportagem sobre o mesmo conceito em Londres e adorei, e demorei este tempo todo a conhecer o de Lisboa. Coisas parvas.

 

 

Village Underground

Village Underground (Photo Credit: Público)

 

 

Qual é o seu restaurante favorito?

 

São tantos... Olivier Avenida, Cevicheria, Gambrinus, Sushi Café, Picanha... não é fácil escolher um.

 

 

Quando precisa de um lugar para relaxar, onde pára?

 

No Pão de Canela, na Praça das Flores. É como voltar à aldeia, no meio da cidade. Sinto-me em casa.

 

 

Pão de Canela

Pão de Canela (Photo credit: Time Out)

 

 

Qual é o segredo mais bem guardado de Lisboa?

 

Acho que há cada vez menos segredos nesta cidade todos os dias explorada por novos turistas. Mas talvez algumas casas majestosas cuja fachada jamais deixaria supor o fausto que por dentro se esconde.

 

 

Onde é que não resiste a fazer umas compras?

 

Na Happy Company, no Parque das Nações. Perco um bocado a cabeça com a roupa desta verdadeira loja do demo. E na Fnac, para livros. Se entro... fica difícil sair de mãos a abanar.

 

 

Se tivesse de recomendar um espaço de cultura na cidade... qual seria?

 

Coliseu dos Recreios. Porque nunca é só o espectáculo em si que vamos ver, é também o antes ou o depois (passa sempre pelo Gambrinus, que é uma instituição).

 

 

Gambrinus

Gambrinus

 

 

Descreva Lisboa numa única palavra...

 

Encantadora.

 

 

Dê-nos uma ideia para Lisboa...

 

Uma ideia velha mas ainda por concretizar: acabar com a muralha de contentores que ainda afasta uma parte dos lisboetas do rio. Já era tempo de mudar aqueles monos para outro lado qualquer.

 

 

Sónia Morais Santos

 

 

Quem é Sónia Morais Santos?

 

Sónia Morais Santos nasceu em Lisboa, em 1973, e é jornalista desde 1996. Começou na Rádio Clube de Sintra, depois passou a trabalhar com Pedro Rolo Duarte em vários projectos: no programa Mundo de Aventuras, da Rádio Comercial; no Canal Aberto e Falatório, da RTP; e finalmente o DNA, o suplemento do Diário de Notícias que se orgulha de ter integrado desde o primeiro dia até ao derradeiro.

 

Nove anos de DNA, onde fez muitas reportagens, entrevistas, crónicas, perfis. Daí saiu para a secção Sociedade do Diário de Notícias, onde continuou a fazer reportagens. E depois fez parte da equipa fundadora da revista Time Out Lisboa, onde foi editora executiva. Teve vários programas na Antena 1: A Viagem da Cegonha, Portugal dos Pequeninos e Nós Vencedores.

 

Actualmente é jornalista freelancer e colabora com a Notícias Magazine e com a revista Pais & Filhos. Tem um blogue: o Cocó na Fralda. Três livros publicados (O Melhor do Mundo, Cocó na Fralda e A Culpa não é sempre da mãe). E quatro filhos, o Manel, o Martim, a Madalena, e o benjamim Mateus. Ah, e também já plantou uma árvore.

 

 

Onde a encontra?

 

Blog: coconafralda.sapo.pt/

Facebook: facebook.com/coconafralda/

Instagram: instagram.com/coconafralda