CONTACTO INVESTIR COMPORTA ALGARVE PORTUGAL

My Lisboa com a escritora Cristina Carvalho

My Lisboa | Cristina Carvalho
By Inês ALMEIDA . 2 years
Categories :
My Lisboa

“Lisboa está sempre presente e todos os dias descubro a sua nova respiração, o meu novo sentimento por ela”

 

Porquê Lisboa para si?

 

Bom, eu nasci em Lisboa. Deve ser por isso. É a minha terra e todos temos uma terra a que pertencemos e da qual não conseguimos separar-nos. Talvez consigamos separar-nos por uns tempos, mas o sangue da terra está sempre a correr no nosso corpo. Por isso, Lisboa para mim, é a cidade.

 

 

Lisboa antiga

 

 

O que é que marca a diferença na capital?

 

Não posso dizer que Lisboa é diferente por isto ou por aquilo, em especial. Como disse na resposta anterior, são situações não definíveis, são cores e são cheiros, são atmosferas, é o berço, é a mãe. A minha cidade mãe. Outras pessoas e cada um dirá, exatamente, o mesmo da sua própria terra. É assim, é normal. É claro que posso dar uma informação mais objectiva: é a cultura à mão de semear, os museus, os cinemas, as lojas, os restaurantes, os bares… Mas isto, para mim, é pouco. Não é por Lisboa ser a capital do país Portugal. É porque Lisboa é a minha parte capital.

 

 

Qual foi a última descoberta que fez em Lisboa?

 

Tudo e nada. Lisboa está sempre presente e todos os dias descubro a sua nova respiração, o meu novo sentimento por ela. Descubro, por exemplo, o rio Tejo que vive muito para além do meu pensamento e a sua cor é uma nova cor todos os dias da vida. São estas as descobertas que faço em Lisboa em cada dia da minha vida. Esse espelho de água, essa dádiva incrível. Uma cidade que se estende, por inteiro, no côncavo de um rio tão grande e tão amplo? Um tão amplo abraço? O que se pode querer mais, para além deste abraço novo todos os dias?

 

 

Lisboa vista do Tejo

Lisboa vista do Tejo

 

 

Qual é o seu restaurante favorito?

 

Não vou citar nomes de restaurantes. Mas posso adiantar que todos os restaurantes à beira rio, ou nas colinas de Lisboa, para mim, são sempre os que prefiro. E cada vez há mais restaurantes com essas vistas, as do Tejo ou sobre o casario da cidade.

 

 

Quando precisa de um lugar para relaxar na cidade, onde pára?

 

Numa esplanada qualquer em frente ao Tejo. Sempre foi assim e há-de ser.

 

 

Sud Lisboa

Sud Lisboa

 

 

Qual é o segredo mais bem guardado de Lisboa?

 

São incontáveis e indescritíveis os segredos de Lisboa. É já um em cada esquina! Não estou a referir-me às zonas mais recentes, prédios novos, ruas e avenidas modernas. Um dia serão velhos, é um facto. Mas estava a referir-me aos segredos das encostas, das colinas, das calçadas, dos passeios e dos parques, das grandes árvores lisboetas e das suas velhas sombras; estava a referir-me aos segredos de um adeus de cacilheiro, para onde vais, para onde vou? Estava a referir-me aos segredos que contém as ameias do castelo, aos segredos das torres sineiras das igrejas do Chiado, aos segredos das vielas, dos fados e cantorias de nós todos que nem sabemos cantar. Lisboa é um segredo. Toda ela.

 

 

Onde é que não resiste a fazer umas compras?

 

Numa pastelaria que venda bons pastéis de nata.

 

 

Pastéis de nata

Pastéis de nata

 

 

Se tivesse de recomendar um espaço de cultura na cidade... qual seria?

 

A própria e inteira cidade. Toda a cidade de Lisboa é um espaço velho, antigo, cheira a História. Todos nós a transformamos, à cidade, todos os dias, num espaço cultural. Somos nós, as pessoas, o seu espaço de cultura.

 

 

Descreva Lisboa numa única palavra...

 

Única.

 

 

Dê-nos uma ideia para Lisboa...

 

Lisboa foi o sítio de partida na Europa para a descoberta de novos mundos, das novidades, da aproximação de povos. A partir de Lisboa o mundo passou a tornar-se mais conhecido. Essa vertente devia ser mais considerada e ter um papel de destaque, de carácter humanista, na animação cultural e turística na cidade. Ou seja, dar o devido relevo a esta vocação de aventura e descoberta.

 

 

Cristina Carvalho

 

 

Quem é Cristina Carvalho?

 

CRISTINA CARVALHO nasceu em Lisboa a 10 de Novembro de 1949. Durante a sua actividade profissional contactou com milhares de pessoas e visitou inúmeros países, sendo a Escandinávia e o denominado Oeste português as regiões que mais ama e que mais influência exercem sobre o seu imaginário e personalidade enquanto transitório ser humano feminino, habitante do planeta Terra e, por acaso, escritora. É autora de dezasseis livros publicados, muitos deles incluídos no Plano Nacional de Leitura (PNL) para diversos graus de ensino. O seu mais recente romance O Olhar e a Alma, romance de Modigliani (Planeta) recebeu o prémio da Sociedade Portuguesa de Autores/RTP 2016 na categoria de Melhor Livro de Ficção Narrativa.

 

Até à data presente tem os seguintes livros publicados:

 

  • Até Já Não é  Adeus ( novela única) – Signo - 1989

  • Momentos Misericordiosos - Relógio D’Água - 1992

  • Ana de Londres, Relógio D’Água -  1996; reeditado em 2013 por Parsifal (Plano Nacional de Leitura)

  • Estranhos casos de amor - Relógio D’Água – 2003

  • O Gato de Uppsala, Sextante / Porto Editora - 2009 (Plano Nacional de Leitura)

  • Nocturno: o romance de Chopin - Sextante / Porto Editora – 2009 (Plano Nacional de Leitura). Este livro encontra-se reproduzido em Livro Digital, em Audio Livro e em Braille na Biblioteca Nacional de Portugal.

  • Tarde Fantástica - 7dias 6noites - 2011

  • A Casa das Auroras - Planeta -  2011

  • Lusco-Fusco, breviário dos mundos elementares - Sextante / Porto Editora - 2011 (Plano Nacional de Leitura)

  • Rómulo de Carvalho/António Gedeão - Biografia, Príncipe Perfeito - Editorial Estampa - 2012 (Plano Nacional de Leitura)

  • Marginal, Planeta - 2013

  • Quatro Cantos do Mundo -  Planeta – 2014 (Plano Nacional de Leitura)

  • O Olhar e a Alma, Romance de Modigliani - Planeta – 2015 (Plano Nacional de Leitura) -  Prémio SPA/RTP 2016 - Literatura – Melhor ficção narrativa

  • As Fabulosas Histórias da Tapada de Mafra – Sextante/Porto Editora – 2016

  • Até Já Não é Adeus – Relógio D’Água – contos

  • Rebeldia – Planeta – romance, 2017

 

 

Onde a encontra?

 

Blog: cristinacarvalho.org

Facebook: facebook.com/cristina.carvalho.5815