CONTACTO INVESTIR COMPORTA ALGARVE PORTUGAL

Centro Cultural de Belém passa grandes clássicos de cinema

Cinema no CCB
By Inês ALMEIDA . 1 year
Categories :
Atividades Lisboa

CCB aposta na exibição de grandes clássicos do cinema em cópias restauradas digitalmente em 4K

 

O ciclo Belém Cinema 2017-2018, que vai decorrer no Centro Cultural de Belém (CCB), em Belém, Lisboa, no final deste mês, já anunciou o seu cartaz. No dia 31 de maio vai poder assistir às aventuras e desventuras de Holly Golightly, o papel mais icónico de Audrey Hepburn. Já no dia 17 de junho, a sessão de cinema fica por conta de West Side Story, um dos mais belos romances dos nossos tempos.

 

 

Breakfast at Tiffany’s (Boneca de Luxo)


De Blake Edwards
Com Audrey Hepburn, George Peppard, Patricia Neal (1961)

CCB . 31 maio . 16h00 . Grande Auditório

 

A sedutora e excêntrica Holly Golighty (Audrey Hepburn) não desiste de procurar um milionário em Manhattan com quem possa casar e concretizar o seu sonho de ser atriz. Os seus dias dividem-se entre os favores que presta a alguns homens e que lhe permitem manter o seu apartamento, e gabar as montras da Tiffany’s. Quando conhece o seu vizinho Paul Varjak (George Peppard), um escritor que vive sustentado por uma amante, os seus planos e estilo de vida caótico começam a mudar, e da amizade com Paul começa a surgir um grande amor.

 

Breakfast at Tiffany’s foi nomeado para 5 Óscares: Melhor Atriz, Melhor Argumento, Melhor Direção de Arte, Melhor Canção e Melhor Banda Sonora, tendo vencido nestas duas últimas categorias. Venceu também o Globo de Ouro de Melhor Filme e Melhor Atriz. Desde 2012 que pertence à lista de filmes escolhidas pelo National Film Registry como culturalmente relevantes, e por isso alvo de conservação pela Biblioteca do Congresso, o principal arquivo norte-americano.

 

 

West Side Story (Amor Sem Barreiras)


De Jerome Robbins, Robert Wise
Com Natalie Wood, Rita Moreno, Richard Beymer, Russ Tamblyn, George Chakiris (1961)

 

CCB . 17 junho . 16h00 . Grande Auditório

 

Tony (Richard Beymer), líder do gangue dos Jets, apaixona-se por Maria (Natalie Wood), irmã de Bernardo, o líder do gangue rival – os Sharks. Entre músicas e coreografias inesquecíveis, floresce o amor de Tony e Maria, o ódio entre os dois gangues, o crime e a vontade de vingança, prenunciando um desfecho trágico para o casal.

 

West Side Story é, originalmente, um musical da Broadway, levado à cena em 1957, encenado por Jerome Robbins, com música de Leonard Bernstein e libreto de Arthur Laurens. A ideia original do musical foi inspirada na história de Romeu e Julieta de Shakespeare, transposta para o ambiente sociocultural da Nova Iorque dos anos 1950, onde a chegada e marginalização de grupos de imigrantes gerou um ambiente social muito tenso, que se consumava em violentas lutas entre gangues rivais.

 

Superando largamente o sucesso do musical da Broadway, West Side Story, o filme, foi um impressionante sucesso. Além de ter sido o filme mais visto de 1961 (só ficou atrás do filme de animação 101 Dálmatas), arrecadou 10 Óscares e é não só um dos filmes mais premiados de sempre, como o musical que mais prémios ganhou até hoje.

 

West Side Story é um filme emblemático e marcou a cultura mundial, estendendo a sua influência à moda, à música, à cultura visual e, claro, ao cinema, sendo uma grande influência para realizadores como Francis Ford Coppola, Michael Bay ou Lars von Trier.

 

 

Fonte: Comunicado de Imprensa