CONTACTO INVESTIR COMPORTA ALGARVE PORTUGAL

As sessões de Cinema na Esplanada regressam à Cinemateca

Cinema na Esplanada
Par Inês ALMEIDA Il y a 4 ans
Catégories :
Atividades Lisboa

Veja ao ar livre grandes clássicos de cinema na Cinemateca

 

A Esplanada 39 Degraus da Cinemateca Portuguesa vai-se transformar em sala de cinema para receber mais uma temporada de cinema ao ar livre. As sessões de Cinema na Esplanada vão-se prolongar durante todo o mês de Julho. Estas acontecem todas as sextas-feiras e sábados, às 22h30. A primeira sessão acontece hoje, dia 1 de Julho, com O Fantasma Apaixonado, de Joseph L. Mankiewicz.

 

Este ano as sessões de Cinema na Esplanada cruzam-se com o ciclo Fantasmas ao Nosso Encontro, propondo filmes como Vertigo (na foto), de Alfred Hichcock (28 de Julho, sexta-feira), Secret Beyond The Door, de Fritz Lang (21 de Julho, sexta-feira), assim como títulos de cinema de terror como The Fog, de John Carpenter (14 de Julho, sexta-feira), The Tombo of Ligea, de Robert Corman (15 de Julho, sábado), ou Carnival Souls, de Herk Harvey (22 de Julho, sábado).

 

A primeira projeção em 35 mm acontece já hoje com O Fantasma Apaixonado (The Ghost and Mrs. Muir) de Joseph L. Mankiewicz, que conta a história de amor entre uma jovem viúva e o fantasma de um capitão da marinha, antigo proprietário da mansão em que ela vai morar com a filha e a criada junto ao mar. Nesta película entra Gene Tierney, Rex Harrison, George Sanders e Natalie Wood.

 

Também o cinema japonês tem lugar na Esplanada 39 Degraus, com o filme Contos da Lua Vaga, de Kenji Moziguchi. Este foi exibido no Festival de Veneza e apresentou o realizador japonês ao mundo ocidental. Este filme passa-se no século XVI e é o mais representativo do estilo do realizador, mas também a mais complexa das suas obras.

 

Também é nesta iniciativa que se vai realizar a sessão de antecipação da próxima edição do DocLisboa que, no sábado, dia 7, apresenta dois filmes do Canadá francófono e da Checoslováquia dos anos 60. Também vai anunciar duas retrospectivas, Un Jeu Simple, de Gilles Groulx, e Strop (O Teto), de Vera Chytilová, uma realizadora chega que faleceu há pouco tempo.

 

Estas sessões de Cinema na Esplanada da Cinemateca têm intervalo e aconselha-se a levar agasalho para a noite, que tende a arrefecer. Depois de Julho, esta iniciativa é retomada em Setembro, contando com mais uma série de projeções ao ar livre.

 

Fonte: Visão