CONTACTO INVESTIR COMPORTA ALGARVE PORTUGAL

Prima dos príncipes do Mónaco refugia-se na Muda

Condessa na Comporta
By #RADAR . 3 years
Categories :
Comporta

Madrinha de Charlotte Casiraghi, constrói refúgio de luxo na Muda, Herdade da Comporta

 

A condessa Albina du Boisrouvray, neta de Simón Patiño, “rei do estanho”, pelo lado materno e prima dos príncipes do Mónaco pelo lado paterno, acabou de construir uma grande casa de arquitetura contemporânea na Muda, a poucos quilómetros do Hotel Sublime Comporta.

 

Albina du Boisrouvray, madrinha de batismo de Charlotte Casiraghi, já tinha eleito a Herdade da Comporta como o seu lugar quase secreto de refúgio, onde vive vários meses do ano na maior discrição. Foi ela que levou à região os príncipes Alberto e Charlene do Mónaco, Charlotte e Andrea Casiraghi, mas também Nicolas Sarkozy e Carla Bruni. Na altura, a condessa franco-boliviana vivia na maior simplicidade mais a norte, na zona de Brejos da Carregueira de Baixo, uma localidade onde muitos dos membros da família Espírito Santo têm as suas casas de férias. Mas em 2016, Albina du Boisrouvray deu início à construção duma casa nova, numa vasta propriedade de acesso difícil na zona da Muda.

 

Perto da única unidade hoteleira de luxo da região, o Hotel Sublime Comporta e dos Cocoon Eco Design Lodges, assim como de outros grandes refúgios de luxo de nomes conhecidos como António Mexia, Teresa Morais Leitão e da ex-mulher do novo proprietário da Herdade, Ruxa de Almeida.

Vida marcada pela tragédia

Albina du Boisrouvray tem uma vida marcada pela tragédia de ter perdido um filho, François-Xavier Bagnoud, com 24 anos, num acidente de helicópetro no Mali (1986). Dois anos depois, após a venda de grande parte do seu património (o seu avô chegou a ser considerado um dos homens mais ricos do mundo), Albina du Boisrouvray criou a Associação Internacional FXB sob o lema “Irradicar a pobreza, restaurar a dignidade”.

 

A vida desta mulher, duas vezes casada, jornalista e produtora de cinema, tem sido pautada, nas duas últimas décadas, por uma intensa atividade solidária nos quatro cantos do mundo. Viveu nos Estados Unidos, na Suíça, em Inglaterra, em Marrocos e em França. Portugal nunca lhe foi um pais estranho: o seu tio materno, Antenor Patiño, morou no Estoril e a sua prima paterna, a princesa Thérèse de Polignac, aqui se instalou casada com um português, Pedro Mascarenhas de Barros, de quem teve 4 filhos.

 

Em 2017, aos  77 anos,  Albina du Boisrouvray estreia casa nova em Portugal e leva uma vida cada vez mais discreta num local longe da praia, entre pinheiros e de acesso difícil. E os seus convidados famosos são cada vez menos frequentes!