CONTACTO INVESTIR VIVER COMPORTA ALGARVE PORTUGAL

Mezzanine Creative Restaurant tem nova cara e ideias para o seu almoço

Mezzanine tem serviço de almoço
Par Joana CIDADES Il y a 10 Mois

O Mezzanine inaugura este mês o serviço de almoço, com novos pratos e sabores a não perder

 

Aberto desde 2015, o Mezzanine Creative Restaurant é um dos restaurantes mais singulares em Lisboa. Quem passa entre o Cais do Sodré e Santos, na Rua da Boa Vista, decerto encontrará a porta do restaurante. Com um espaço agradável para qualquer refeição, destaca-se desde logo à entrada, com a escadaria que dá acesso à sala instalada na mezzanine, que lhe dá o nome. O crescimento do restaurante foi o mote para fazer o rebranding da marca. Agora, o espaço ganha uma nova imagem e abre pela primeira vez ao público durante o horário de almoço, entre as 12h e as 15h, com uma carta diferente da do jantar que garante novidade e muitas delícias.

 

Quem nos recebe no  segundo dia de almoços do Mezzanine é Helena, que da cozinha e da copa passou para a gestão de sala e do restaurante. “A nossa história começou com pequenos-almoços e jantares”, mas dois anos passaram e agora é tempo de uma nova mudança para o Mezzanine Creative Restaurant, surgindo a oportunidade perfeita para abrir o restaurante para almoços.

restaurante Mezzanine Lisboa

“Somos um restaurante criativo e, como tal, temos a obrigação de vez em quando criar pratos novos”. Na grande maioria das entradas, pratos e sobremesas, é perceptível a presença de ingredientes nacionais. Helena destaca como base para o Mezzanine “a cozinha portuguesa, depois pincelamos com algumas influências internacionais e a nossa criatividade”. Apesar da inovação obrigatória de vez em quando, o sucesso de pratos mais antigos faz com que nunca saiam da carta, como as pataniscas de alheira e cogumelos shitake ou o atum com redução de manga e malagueta.

 

Da nova carta do almoço no Mezzanine, diferente daquela apresentada ao jantar,  destacam-se os hambúrgueres totalmente caseiros. Os elementos são preparados no restaurante, “Os pães dos hambúrgueres são feitos por nós”. À escolha há o clássico brioche, mas também o espinafre, a beterraba ou a alfarroba.  Assim, resolvemos experimentar o hambúrguer com couve rouxa e queijo azul em pão de espinafres. Foi surpreendente sentir a textura do hambúrguer, em que a carne se mistura com alguns vegetais e ganha corpo. O pão, sem qualquer exagero de sal, é leve e deixa sentir todos os sabores que entre ele se juntaram.

hamburguer restaurante Mezzanine Lisboa

 

“O alimento aqui vive por si próprio”. Acima de tudo, Helena defende que se faça “cozinha com amor”, para que cada prato seja confeccionado na perfeição e transmita emoção.

 

Todos os ingredientes utilisados na confeção dos pratos são frescos e tudo o que lhe for apresentado, desde as entradas à sobremesa, é preparado ali. As manteigas, por exemplo, são confeccionadas desde o zero na cozinha; os alimentos defumados, como o salmão, são preparados no fumeiro do restaurante; o pão de hamburguer é preparado, amassado e cozido pelas mesmas mãos, no restaurante. 

 

A acompanhar, provamos o mix de batatas batatas fritas "rabo de porco". Num formato em caracol, a lembrar o rabo do porco, foram o acompanhamento tradicional mas com um twist ideal para os nossos pratos. Dos pratos clássicos, optamos por uma tiborna de frango com nozes e molho de iogurte. À temperatura ideal, o pão é crocante e fofo, o frango saboroso e as nozes conjugam-se bem com o molho, fresco. Ideal para uma refeição ligeira ou até para um dia de calor - que ainda se fazem sentir este mês.

tiborna restaurante Mezzanine Lisboa

As refeições de grupo continuam a ser o ponto forte da casa. “Primeiro porque temos um espaço apelativo para isso, depois porque não misturamos os grupos”. O sucesso deve-se ao serviço diferenciado que Helena destaca no Mezzanine: “temos welcome drink, temos finger food para as pessoas que esperam umas pelas outras irem picando” e o menu inclui « ainda o couvert de patés caseiros e pão quente com azeitonas, pratos principais, sobremesas, bebidas e bolo de aniversário especial. Ao final da semana, para lhe garantir um lugar no restaurante ou saber como estará o ambiente em termos de tipo de cliente, Helena aconselha reservar com antecedência uma mesa.

 

Depois de mais uns dedos de conversa, chegam-nos as sobremesas. Decidimos experimentar o Pastel de Nata Mezzanine: um creme bem ao gosto do pastel de nata, envolto em massa filo e acompanhado de gelado de panacota. O contraste do creme, ainda quente saído do forno, com massa crocante e com o gelado criam uma experiência total e única.

pastel de nata restaurante Mezzanine Lisboa

Peça também um Pé de Moleque, um gelado caseiro de manteiga de amendoim cuja receita foi criada por Helena e que é de comer e chorar por mais. Uma dose é excelente para duas pessoas e a cada colherada sente-se todos os pedacinhos de amendoim - até a base, a manteiga, é feita ali.

pé de moleque restaurante Mezzanine Lisboa

Da experiência no Mezzanine, concluímos que é a simplicidade de cada prato e a excelente ligação entre ingredientes que dá o destaque ao modo de cozinhar do restaurante. De sabores fortes mas bem estudados, é possível sentir cada elemento do prato numa experiência gastronómica muito especial. Sabermos o que comemos em cada dentada e sorrir por dentro é o resultado de uma refeição no Mezzanine. O difícil é escolher o que experimentar, mas com pratos diferentes ao almoço e ao jantar terá sempre uma excelente razão para mais que uma visita ao restaurante. Não deixe de experimentar uma deliciosa refeição num espaço tão agradável como este na capital.