CONTACTO INVESTIR COMPORTA ALGARVE PORTUGAL

My Lisboa com a empresária Fernanda Maria

My Lisboa | Fernanda Maria
By Inês ALMEIDA . 3 years
Categories :
My Lisboa

“Cidade feita de colinas, dos amores, de gente com alma, com um coração que sabe receber”

 

Porquê Lisboa para si?

 

Lisboa para o todo sempre. Foi esta a cidade que me deram para nascer e crescer…A ela lhe devo o que hoje sou, a marca que represento, e o que faço enquanto profissional. Lisboa emprestou-me todos os seus atributos para me lançar no mundo do turismo e poder ter honra de mostrar a quem nos visita a bordo da Tuk Away, a sua história, a sua gente, com todos os seus recantos e encantos naturais. Deixa-nos com aquele gosto especial, em dizer que sou lisboeta…

 

 

Miradouro de Santa Luzia

Miradouro de Santa Luzia

 

 

O que é que marca a diferença na capital?

 

Lisboa é uma cidade única, a luz e a cor fazem dela um lugar ímpar. Uma cidade que é desconhecida da maioria das pessoas, que está cheia de curiosidades e relatos, que consegue prender a nossa atenção desde o primeiro momento. Cidade feita de colinas, dos amores, de gente com alma, com um coração que sabe receber, com cheiros e sabores e com uma musicalidade que lhe é tão característica. Esta é a cidade onde o passado e o presente se juntam em harmonia, que nos encontramos enquanto cidadãos do mundo e nos deixa de coração cheio. Costumo lançar o desafio quem vem a bordo da Tuk Away, que deixe os mapas e os guias e que venha único e conhecer verdadeiramente Lisboa. Isto tudo, marca a diferença na capital.

 

 

Tuk Away

Tuk Away

 

 

Qual foi a última descoberta que fez em Lisboa?

 

A última visita, foi ao MAAT” – Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia, a nova proposta cultural para a cidade de Lisboa. Um museu que cruza três áreas num espaço de debate, de descoberta, de pensamento crítico e de diálogo internacional. Aliás, “Discover a all new Lisbon with us… Descubra uma nova Lisboa” é a nova apresentação da Tuk Away nos guias oficiais do aeroporto 2017, baseado na imagem e no conceito do MAAT. Este oferece um novo impulso cultural e paisagístico à cidade de Lisboa. A diversidade de programas e de espaços tornam-no num importante ponto no roteiro cultural da cidade.

 

 

MAAT

MAAT

 

 

Qual é o seu restaurante favorito?

 

Tenho alguns da minha preferência e por motivos dos mais variados, mas acima de tudo pelo saber receber á mesa e entre portas. A Maria da Mouraria, na entrada da Rua do Capelão, no coração da Mouraria um espaço histórico e pertencente á gestão do Museu do Fado, que concilia na perfeição os petiscos tipicamente portugueses com o fado. Quem passa pela Capela da Nossa Senhora da Saúde, às portas da Mouraria, entra num mundo que reflecte a verdadeira essência da cidade, onde os vários aromas, línguas e dialetos se misturam num caldeirão de culturas que parece refletir um passado longínquo transportados aos dias de hoje. Apresentam um menu devoto á tradição e alma Portuguesa, conjugado com um elenco diário de fadistas fabuloso, sobre a direção do reconhecido fadista Hélder Moutinho , ali onde a saudade é aclamada como a alma de um povo”. Em A Nossa Taska, na Calçada da Bica junto ao Ascensor com o mesmo nome, que faz a ligação da Rua de São Paulo ao Calhariz, somos recebidos pela Carla e pelo Mário com o peixe mais fresco do Mercado da Ribeira. Gente bairrista que vive e trabalha na Bica, um dos bairros mais emblemáticos da cidade, um cantinho acolhedor para quem aprecia comida portuguesa caseira. Aconselho a provar os grelhados em Junho, em que tudo na Bica cheira e sabe a Santos Populares.

 

 

Quando precisa de um lugar para relaxar na cidade, onde pára?

 

Obrigatoriamente junto ou com vista para o rio, seja em uma esplanada, um rooftop ou miradouro mas sempre com o Tejo á espreita mas sem virar as costas a Lisboa. Estamos novamente a virar a cidade e as pessoas ao rio. ”Aqui e além em Lisboa – quando vamos com pressa ou distraídos pelas ruas, ao virar da esquina, de súbito avistamos irisado o Tejo: então se tornam leve o nosso corpo e a alma alada, escreveu Sophia de Mello Breyner Andresen sobre a capital de Portugal, e com toda a razão.

 

 

Memmo Alfama

Memmo Alfama

 

 

Qual é o segredo mais bem guardado de Lisboa?

 

O fado é para mim o segredo mais guardado no coração dos bairros de Lisboa e nas suas gentes. Aprendi na Mouraria e com fadistas, que por ali “está guardado um dos segredos mais antigos e autênticos da história da cidade de Lisboa” (O Mistério do Fado). Entre os fadistas, sejam eles intérpretes, músicos, poetas e ouvintes, há um ditado muito antigo: “O fado é aquele que não se cria, nem se vê; não se procura, nem se idealiza; Apenas acontece” (O Mistério do Fado).

 

 

Fado

Fado, de José Malhoa

 

 

Onde é que não resiste a fazer umas compras?

 

Não tenho preferência por um lugar em específico. Não resisto, sim, à originalidade e ao pormenor, e isso encontra-se quando se explora ou deambula por Lisboa. O exemplo disso mesmo está na minha capa de agenda que me acompanha em todas as reuniões e onde organizo a vida toda da Tuk Away, e que é feita de tecido com padrão típico português, e que comprei na Rua de S.Paulo  - Filiart – uma loja pequenina junto ao Ascensor da Bica, com um série de artigos feitos de tecidos com temática portuguesa. Fiquei rendida ao tecido com os antigos anúncios publicitários portugueses.

 

 

Se tivesse de recomendar um espaço de cultura na cidade... qual seria?

 

Impossível recomendar um único, temos tantos espaços desconhecidos ou não explorados na cidade, eu própria tomei consciência disso, aquando do início do projecto Tuk away, em que me deparei com tantos espaços acessíveis a todos e que desconhecemos. Muitos deles, provavelmente, passamos diariamente ao seu lado e não temos consciência da riqueza do seu interior, e posso dar como referência: o Museu do Teatro Romano, localizado na zona histórica, que sofreu obras de remodelação e abriu portas em Setembro de 2015. A Antiga Igreja de S. Julião que neste momento é o Museu do Dinheiro do Banco Portugal, e que devido às obras de remodelação trouxe à luz do dia, parte da nossa história com um espólio arqueológico, nomeadamente parte da Muralha de D. Dinis. Temos ainda a Casa dos Bicos, que neste momento é a sede da Fundação José Saramago, que o edifício só por si é digno de ser visitado, mais ainda se tornamos em linha de conta todo o seu interior onde ainda é visível troços da muralha romana de Lisboa e cetárias. Temos muito para descobrir em Lisboa.

 

 

Descreva Lisboa numa única palavra...

 

“Alma “ – Uma Lisboa verdadeira e cheia de alma.

 

 

Dê-nos uma ideia para Lisboa...

 

Virar Lisboa para os seus e para quem a visita. Dar continuidade a um trabalho de melhoramento e preservação, não perdendo os traços, a identidade sabendo manter a originalidade de Lisboa.Recriar uma cidade sustentável.

 

 

Fernanda Maria

 

 

Quem é Fernanda Maria?

 

Fernanda Maria nasceu em Lisboa em 1977. Licenciou-se em Economia pela Universidade Autónoma de Lisboa.

Com pós-graduação em Gestão Estratégica e formação certificada em Eventos, Relações Publicas e Marketing Digital.

Criadora da ideia da Tuk Away em 2015 e comprometida em garantir padrões de qualidade elevados e uma oferta cultural diversificada, impôs desde o início uma orientação exclusiva no universo das empresas de animação turística.

A mudança de rumo na vida profissional proporcionou a oportunidade de divulgar a arte de bem receber tipicamente português, criando experiências aos clientes Tuk Away que dificilmente serão esquecidas.

 

 

Onde a encontra?

 

Facebook: facebook.com/fernanda.maria.1800

Facebook (Tuk Away): facebook.com/tukawaylisbon/

Site: www.tuk-away.com

Instagram: tukawaylisbon