CONTACTO INVESTIR COMPORTA ALGARVE PORTUGAL

Entrevista: conheça o grandioso e histórico Palácio Estoril

Hotel Palácio Estoril
Par Inês ALMEIDA Il y a 1 an
Catégories :
Entrevistas

“A filosofia do Palácio Estoril pode resumir-se na legenda do nosso logotipo: Grand & Cosy”

 

Conheça o Hotel Palácio Estoril, um dos hotéis mais prestigiados da linha de Cascais, que se encontra em funcionamento desde em 1930 e foi premiado pela Condé Nast Johansens 2016, pelas palavras de Francisco Corrêa de Barros, diretor geral do hotel.

 

 

O Hotel Palácio Estoril já soma 130 anos, tendo uma reputação sólida no ramo. Quais são as características que o tornam impassível à passagem do tempo?

 

Inserido no projecto inicial da criação do Estoril, datado de 1914, da autoria do arquitecto francês Henry Martinet, por iniciativa do fundador desta estância balnear, Fausto Figueiredo, o imponente edifício do Hotel Palácio, de traça clássica, depois das vicissitudes da 1ª Guerra Mundial, foi inaugurado oficialmente em 1930, então com 200 quartos e suites. Ao longo dos anos, foi objecto de diversas remodelações, todas elas da autoria do grande designer Lucien Donnat. Este classicismo, faz com que tanto o exterior, como todos os espaços públicos, sejam intemporais.

 

 

Quais são as principais amenidades que este hotel tem para oferecer?

 

Actualmente, a oferta hoteleira do Palácio Estoril compreende: 32 suites e 130 quartos, 10 salas de reunião e salões polivalentes, 2 restaurantes (Grill Four Seasons, restaurante gourmet aberto unicamente aos jantares e Terraço Bougainvillea na modalidade all-day-dining);  Bar Estoril, o famoso bar dos espiões; piscina exterior; parking privativo gratuito para hóspedes e clientes do hotel; Spa implantado numa área de 4.000 m2 , com 3 pisos sob gestão da  conhecida marca oriental, Banyan Tree, incluindo duas piscinas, uma delas dinâmica e o Golf do Estoril, situado a 1,5 Km do edifício do hotel.

 

 

É mais procurado por praticantes de golf ou abrange vários públicos?

 

O Hotel Palácio Estoril tem sido escolhido ao longo de nove décadas por uma clientela internacional, com diferentes motivações: turistas em gozo de férias ao longo de diversas épocas do ano, participantes em reuniões, congressos e incentivos, estadias para negócios, hóspedes em segunda residência e também praticantes de golfe.

 

 

O Hotel Palácio Estoril foi um dos dois hotéis portugueses agraciados pelos Prémios Condé Nast Johansens 2016, que premeiam os melhores hotéis do mundo. Como se sentem ao receber esta distinção?

 

Fomos distinguidos em 2016, com o prémio Best for Meetings atribuído pela Condé Nast Johansens. Esta distinção, que muito nos honrou, veio premiar a nossa busca da excelência na qualidade do serviço,  que dedicamos ao mercado de reuniões.

 

 

Palácio Estoril

 

 

Qual é a filosofia do Hotel Palácio Estoril e o seu objetivo primordial?

 

A filosofia do Palácio Estoril pode resumir-se na legenda do nosso logotipo: Grand & Cosy, isto é, trata-se de um edifício imponente e com uma enorme área construída, mas, com quartos, suites e zonas públicas muito intimistas. Também devido à afabilidade e genuinidade do seu pessoal, tentamos dar aos nossos hóspedes e clientes, um serviço, segundo as melhores normas de tradição hospitaleira portuguesa.

 

 

Os praticantes de golf que procuram o vosso hotel são maioritariamente portugueses ou vêm de várias partes do mundo?

 

O Golf do Estoril, propriedade do Hotel Palácio, é também a casa do prestigiado Club de Golf do Estoril, daí, que muitos dos praticantes desta modalidade sejam portugueses ou estrangeiros a residir na região. A clientela que nos procura para praticar este desporto é originária sobretudo do norte da Europa: países nórdicos e Reino Unido, mas também nos escolhem, jogadores de outros países do centro e sul da Europa. Está em ascensão, nesta altura, a procura por parte do jogadores de golf, oriundos do Brasil e Estados Unidos da América.

 

 

O Hotel Palácio Estoril teve um papel na história, nomeadamente na época da 2.ª Guerra Mundial. Pensa que isto ajuda a enriquecer o espaço?

 

O Estoril foi, durante a Segunda Guerra Mundial, lugar de exílio de diversos monarcas e outros dignitários de Estado, além de numerosas famílias, fugidos à guerra. Mas foi, também, ninho de espiões internacional, tendo o Hotel Palácio sido escolhido para as suas actividades por alguns dos mais famosos agentes secretos como, por exemplo, Dusko Popov, Philip Jones, Kim Philby e Graham Green, e permitiram, inclusivamente, a Ian Fleming, alojado no Hotel Palácio em 1941, a experiência com que, mais tarde, deu corpo a “Casino Royale” e fez nascer o agente 007, James Bond. No bar do Hotel Palácio, os agentes secretos aliados e alemães tramaram, durante anos, algumas das mais decisivas manobras de espionagem com influência no curso da História, apenas deixando transparecer o seu estado de alma quando, ocasionalmente, encomendavam o champagne mais caro do Hotel. O conhecimento de quem encomendava o champagne permitia saber – antes das próprias agências noticiosas – a que lado pertencera a vitória numa batalha. Era o “champagne news service”.   

 

 

O que faz do Hotel Palácio Estoril o sítio ideal para ficar?

 

Para além de uma oferta diversificada de 6 Suites Palácio Deluxe, 11 Garden Suites, 10 Suites Executivas, 4 Júnior Suites, 10 Quartos Superiores de Luxo, 52 Quartos Superiores e 56 Clássicos, o Hotel Palácio oferece aos seus hóspedes um excelente pequeno almoço buffet; a frequência do Banyan Tree Spa, inteiramente gratuito (ginásio, piscina dinâmica, sauna, jacuzzi, hammam e banho turco),  com excepção das massagens; condições especiais para a prática do golf, incluindo transfer gratuito em vaivém ou pagamento de táxi e diversas salas e salões de indiscutível bom gosto; para além de todas as amenities do conforto moderno. Mas, na hora da saída, o que a nossa estimada clientela mais preza, é o nosso staff.