CONTACTO INVESTIR COMPORTA ALGARVE PORTUGAL

Rota da Filigrana, um riquíssimo trilho em Gondomar

Rota da Filigrana
By João GALVÃO . 3 years
Categories :
Turismo Portugal

Desde há cerca de um ano que o município de Gondomar protege o seu património e artesãos com a Rota da Filigrana

 

Para além dos portugueses pouca gente deveria saber o que é a filigrana até 2014. E de repente tudo mudou, quando Sharon Stone, no início desse ano, desceu uma avenida de Beverly Hills com uma destas tradicionais joias nortenhas balançando sobre o decote. O coração em filigrana dourada tinha-lhe sido oferecido alguns meses antes, aquando de uma sua estadia no Porto, e tal bastou para que de repente a tradicional filigrana portuguesa ultrapassasse fronteiras e se tornasse objeto de desejo ao redor do mundo.

O norte de Portugal era destino dos antigos romanos principalmente devido às ricas jazidas de ouro. Ainda antes, a civilização castreja local extraía o precioso metal para fazer grossos colares torcidos, os torques, de que existem vários exemplos nos museus portugueses. Mas a técnica da filigrana será com certeza ideia trazida por Roma, que foi sendo ao longo dos séculos adaptada ao gosto local fazendo dela aquilo que é hoje. Qualquer tema pode ser, e é, trabalhado pelos artesãos da filigrana: flores, animais, caravelas ou motivos religiosos, mas são os corações, como o de Sharon Stone, que fazem o grosso da sua produção.

Gondomar é desde o século XVIII um dos mais importantes e produtivos centros da ourivesaria portuguesa, e das oito maiores empresas portuguesas da fileira, cinco são gondomarenses. Só em Gondomar são realizados 60% da produção joalheira nacional. Com este panorama de fundo, e o desejo exponencial do mundo pela filigrana, esta Rota só peca por não ter sido criada mais cedo.

A rota da Filigrana é composta por seis pequenas oficinas familiares e uma escola, e todos estes postos estão abertos à visita do turista, mediante marcação prévia. Na Loja Interativa de Turismo de Gondomar é mesmo permitida e incentivada a experimentação do trabalho oficinal, em workshops, para que melhor se perceba a concepção intrincada das peças e que a nossa paixão por elas seja ainda mais justificada.   

 

Veja no site os horários e tudo o que tem que fazer para visitar e experimentar esta arte antiga.

 

 

Fotos do site http://turismo.cm-gondomar.pt