CONTACTO INVESTIR COMPORTA ALGARVE PORTUGAL

Castelo de Almourol, Festa Templária já a 8 de setembro

Festa Templária
Par João GALVÃO Il y a 4 ans
Catégories :
Últimas Notícias

É uma coisa mágica universalmente: os Templários, a sua vida oculta e o Tesouro deles. No Castelo de Almourol há até um festival

 

Por João Galvão

 

É um sítio que por si é um cenário. Mas o Castelo de Almourol não é pintado nem photoshopado, é mesmo real. Imagine um castelo cravado no meio de uma ilha fluvial, no meio do rio mais importante de Portugal, o Tejo. É verdadeiro e só foi possível como é porque teve mão dos Templários.

 

Esta ordem religiosa, tão sui generis e tão apetecível como teoria da conspiração histórica, deixou uma vasta marca em Portugal antes da sua extinção.

 

Monges e militares visionários, que travaram de perto com a cultura oriental antes de toda a gente, riquíssimos, inteligentes e esclarecidos, foram de um dia para o outro quase que completamente dizimados, sem oferecerem qualquer resistência. Mistério.

 

Para além da presença templária, o Castelo é fonte e razão de inúmeras lendas e de contos de mouros e mouras, cavaleiros e princesas.

Durante estes três dias a ilha e o Castelo de Almourol abrem portas a todos os curiosos das coisas da História, e oferecem encenações que abarcam todo o quotidiano do povo e dos nobres do final da Idade Média portuguesa. No dia 8 pelas 18h00 abre a Festa oficialmente com a abertura da “Feira de Artesanato e Tasquinhas”, seguida da teatralização da “Lenda do Almourol”, para que quem a não conheça se sinta automaticamente integrado.

 

Depois da chegada do contingente de “Cavaleiros Templários” ao cais, a “Vida na Taberna” será apresentada como uma performance, logo seguida da “Evocação das Bruxas” e respetiva Queimada - se não houvera tal coisa, o festival não seria tão ‘suculento’, em termos históricos. Depois a partir das 23h00 haverá danças e festas populares.

 

No sábado, haverá torneios de arco e treinos de “Homens de Armas”. E pelas 17h00 poderemos ver a Iniciação de um Cavaleiro no interior do Castelo e mais à noite, pelas 21h00, uma “Moura Agrilhoada” dançará para entretenimento dos Nobres. Às 23h30 seremos deslumbrados com o espetáculo “Do Fogo e das Trevas”, onde aquele, o fogo, é personagem vivo e principal.

 

O último dia, domingo, abre logo às 08h00 com o percurso pedestre “No Rasto dos Templários”, seguido do “Desfile da Milícia Templária” e de uma mostra de “Quadros Vivos da Vida de um Castelo Templário”.

 

E de forma permanente haverá Danças do Povo, um atelier de ofícios da época, um acampamento civil e outro militar e personagens deambulantes em trajo histórico, de maneira a que não voltemos a pôr os pés no chão e o encanto não acabe.

O Castelo de Almourol sofreu uma intervenção estrutural em 2015, que custou cerca de meio milhão de euros, e que lhe permite agora ter o seu próprio núcleo museológico, como há tanto merecia e que é uma mais valia para o turista.

 

A organização é da responsabilidade da Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha e da Associação de Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Norte. Tem ainda o apoio do Exército Português, do Instituto Politécnico de Tomar e da Associação de Turismo Militar.

 

Festa Templária

8, 9 e 10 de setembro

Castelo de Almourol, 2260 Praia do Ribatejo

Telefone: 249720358

Mais info em www.cm-vnbarquinha.pt

 

 Créditos fotos: Câmara Municipal Vila Nova da Barquinha