CONTACTO INVESTIR COMPORTA ALGARVE PORTUGAL

Jornal espanhol El País considera Lisboa a capital do “cool”

El País
By Inês ALMEIDA . 3 years
Categories :
Últimas Notícias

“Talvez seja simplesmente o resultado de uma cidade a ripostar depois de uma excruciante crise económica” El País

 

O famoso periódico espanhol El País é a mais recente publicação a elogiar a capital portuguesa, considerando-a a capital do “cool”, como se pode ler no título da reportagem. O artigo começa por assinalar algumas efemérides portuguesas, passando pelo 25 de Abril, em que se celebra a Revolução dos Cravos de 1974, pelo 12 de Junho, com os casamentos de Santo António e relembrando a época dos Descobrimentos, salientando que depois desse período de ouro, “Portugal entrou em hibernação (…) um período que durou até agora”.

 

Segundo o El País, Lisboa vive atualmente uma “nova vibração”, que talvez se deva “a um afluxo de jovens turistas ou talvez seja simplesmente o resultado de uma cidade a ripostar depois de uma excruciante crise económica”. Independentemente do motivo, considera que “Lisboa está irreconhecível”. Houve épocas “douradas” anteriormente para a cidade, como a Expo 98 ou quando o país se juntou ao euro, mas “esta é a primeira vez que temos turismo jovem em massa”, refere Azambuja, um designer de tapetes personalizados, ao jornal.

 

A música é uma das áreas elogiadas pela publicação. “Portugal agora tem mais a oferecer do que o fado, o melancólico e tradicional estilo musical que tem sido revitalizado ao longo das últimas duas décadas”. El País destaca Salvador Sobral, o cantor português vencedor do festival da Eurovisão e refere outros estilos musicais que se têm popularizado em Portugal, como quizomba, funaná e kuduro, música de dança africana que se ouve por Lisboa.

 

Algumas zonas da capital portuguesa merecem destaque pelo El País, como a famosa Rua Cor-de-Rosa do Cais do Sodré ou a Lx Factory, em Alcântara, que dinamizou uma área da cidade que anteriormente se encontrava mal conotada. “Lisboa vai continuar a ser uma das maiores atrações mundiais, teremos crises de crescimento, mas depois vai estabilizar”. El País considera que Lisboa está a colher os frutos de “uma popularidade internacional sem precedentes”, mencionando o turismo que gerou mais 38,6% de negócios no primeiro trimestre de 2017 que no período homólogo.

 

Desde 2014, abriram cerca de dois novos hotéis por ano, ao passo que 75% dos apartamentos comprados foram adquiridos por estrangeiros”. El País diz que a melhor maneira de medir o crescimento do turismo, no entanto, é observar a fila que espera à porta dos Pastéis de Belém. “No ano passado fizemos 8,5 milhões de pastéis, mais 1,5 milhões do que fizemos em 2013”, explica o porta-voz dos Pastéis de Belém, Miguel Clarinha.

 

 

Fonte: El País