CONTACTO INVESTIR COMPORTA ALGARVE PORTUGAL

Mário Centeno é eleito presidente do Eurogrupo

Mário Centeno
Par Inês ALMEIDA Il y a 1 an
Catégories :
Últimas Notícias

O candidato português ao Eurogrupo conseguiu a vitória à segunda volta

 

Mário Centeno foi hoje, dia 4 de dezembro, eleito presidente do Eurogrupo, em Bruxelas. O ministro das Finanças em Portugal foi eleito à segunda volta, pois na primeira não alcançou os 10 votos necessários (entre os 19 possíveis). Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República em Portugal, considera que o país vai ter uma “voz mais forte” nas instituições europeias, mas também uma exigência acrescida nas questões financeiras.

 

"Quando olham agora para Portugal olham para o país que tem o presidente do Eurogrupo. Não é exactamente a mesma coisa. Era um patinho feio, para muitos, muito feio, há dois anos, e agora, de repente, é um cisne resplandecente. Isso faz toda a diferença. Agora, tudo tem um preço na vida. E o preço é o seguinte: é que não se brinca em serviço. A execução de 2018 e o Orçamento para 2019 têm de corresponder àquilo que é a exigência de alguém que dá o exemplo no Eurogrupo”, afirma Marcelo Rebelo de Sousa.

 

O principal objetivo de Mário Centeno com a liderança do Eurogrupo é “alcançar os consensos indispensáveis para reforçar o euro”. O ministro das Finanças português também prometeu dar um “contributo construtivo, crítico às vezes para encontrar caminhos alternativos", exemplificando com o sucesso das políticas alternativas à austeridade na economia portuguesa como trampolim para o novo projeto europeu. Centeno garantiu que Portugal vai ter uma voz ativa nas decisões e que se vai afirmar no contexto europeu.

 

Mário Centeno ocupa o lugar de ministro das Finanças, o seu primeiro cargo político, há dois anos. No currículo conta com uma carreira técnica no Banco de Portugal, onde entrou em 2000 como economista e, quatro anos depois, com o cargo de diretor-adjunto do Departamento de Estudos Económicos. O governante é licenciado em Economia e mestre em Matemática Aplicada, pelo Instituto Superior de Economia e Gestão da Universidade Técnica de Lisboa, assim como mestre e doutorado em Economia pela Harvard Business School da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos.

 

 

Fonte: Expresso