CONTACTO INVESTIR COMPORTA ALGARVE PORTUGAL

MiraSado, um safari de boas intenções

MiraSado Passeios
By João GALVÃO . 3 years
Categories :
Últimas Notícias

A uma curtíssima distância de Lisboa a MiraSado convida a navegar no estuário do Sado e a conhecer até 50 espécies de aves em estado selvagem

 

É um pequeno mas promissor negócio de família iniciado em 2015: Anabela e Carlos Cruz apanhavam já antes no estuário poliquetas, vulgo minhocas, para  pesca, e continuam a fazê-lo a uma maior escala, já para exportação. O filho, Carlos Miguel, cresceu com o rio e viu nele, e na fauna que nele habita, uma oportunidade de negócio que tira partido da natureza e dos turistas que a procuram.

 

“O nosso conceito principal é a observação de aves dentro da Reserva Natural do Estuário do Sado” conta-nos Carlos Miguel, “e dentro da reserva estão identificadas 265 espécies. No nosso passeio, que dura cerca de uma hora, são possíveis de observar entre 30 e 50 espécies de aves diferentes em época alta, e há mais concentrações nos meses de outono e inverno.

 

Há espécies que se destacam mais pelo tamanho ou pela cor, como é o caso do flamingo, que é a grande atração dos nossos passeios”.

Para além desta estrela rosada da companhia, é comum nos passeios de barco da MiraSado encontrarem-se bandos alfaiates, maçaricos de bico direito, colhereiros, maçaricos reais, pilritos, entre outros. Há ainda espécies menos comuns ou mais difíceis de identificar, como a águia pesqueira, a águia sapeira ou o falcão peregrino.

 

Carlos Miguel tenta que os passeios não se fiquem apenas pela observação das aves: “Procuramos também a diversidade de temas para quem opta para um passeio mais cultural. Em função da paisagem que nos rodeie são abordados temas como o trabalho nas pisciculturas e as espécies aqui produzidas, as salinas que tanto contribuíram para o desenvolvimento da região nas décadas antecedentes, a produção de ostras ou a restante fauna e flora.”

O barco usado nos passeios é de estilo nazareno, robusto, com 7,20 metros de comprimento e duplo casco, para maior estabilidade e segurança. Os passeios começam no cais em palafita do Moinho de Maré da Mourisca, na Herdade de mesmo nome, em plena Reserva Natural do Estuário do Sado.

 

O passeio custa 75 euros pela totalidade da embarcação para passeios de uma hora e 6 participantes. Se o numero de participantes for superior (até à lotação máxima de 14 tripulantes), o passeio custa 10 euros por pessoa. Pode ainda pedir uma volta que dure mais tempo, pagando mais 10 euros por cada hora extra.

Os passeios ornitológicos realizam-se durante todo o ano mas dependem das marés, realizando-se apenas nas 5 horas que o praia-mar permite: “Normalmente temos 5 horas diárias para trabalhar dentro do estuário do Sado”, adianta Carlos Miguel, “pois a embarcação não consegue navegar fora dos canais principais quando a maré está  no baixa-mar”.

E planos para um futuro breve? Também há: “Queremos dar mais diversidade aos nossos visitantes e uma maior organização dos nossos passeios, diferenciando as atividades consoante os horários, ou seja, vamos ter rotas de uma hora, de duas e de três só para a observação de aves. O valor gastronómico também está idealizado nas nossas atividades, e os programas com provas de ostras a bordo ou na praia também estão a ser projetados, mas sempre com o conceito de avifauna envolvido. O despertar dos 5 sentidos está pensado noutras atividades também para o futuro, onde queremos dar aos nossos visitantes o contacto direto com elementos da Reserva Natural”.

 

MiraSado

Empresa Marítima-Turística

910 723 964

mirasado@outlook.pt

Mais info aqui

 

Fotos cedidas pela organização