CONTACTO INVESTIR COMPORTA ALGARVE PORTUGAL

Dino Parque: eles voltaram!!

Dinoparque na Lourinhã
Par João GALVÃO Il y a 3 ans
Catégories :
Últimas Notícias

A Lourinhã presta homenagem aos dinossauros que a habitaram há milhões de anos com o novo Dino Parque

 

É como no filme do Spielberg, mas aqui ninguém serve de almoço a bicho algum. De resto, o Dino Parque da Lourinhã é como o Parque Jurássico, onde 120 modelos de dinossauros à escala real, e de acabamento realista, espreitam atrás das árvores e nos emboscam nos arbustos.

 

A 45 minutos de Lisboa, o Dino Parque nasceu na região de Portugal com mais achados fósseis  documentados. Na Lourinhã havia já um Museu desde 1984 dedicado a este espólio que se viu agora integrado no novo Dino Parque.

Alguns destes fósseis com 150 milhões de anos transitaram para o Dino Parque, para o seu próprio Museu, porque a História com H grande não é feita de bichos de plástico. Mas temos a certeza que o que levará toda a gente à Lourinhã são estas recriações, afinal há um Spielberg em cada um de nós.

 

A Lourinhã é uma das 20 regiões mais ricas do mundo destes achados, e definitivamente a mais rica em fósseis do Jurássico Superior. A sua geomorfologia assim o ditou: era na altura um enorme e aprazível vale onde confluíam vários cursos de água, atraindo toda a vida animal, tantos os grandes lagartos como os primeiros mamíferos.

Para além dos ossos fósseis, a região é rica também em icnofósseis, traduzindo, restos de atividades dos animais, e de ovos, ninhos e cascas dos dinossauros que por aqui se bamboleavam. Todos estes achados podem ser vistos na exposição no novo espaço museológico. Mas vamos lá para fora, é isso que quer, não é?

 

E lá fora, ao longo de 10 hectares, podemos percorrer os 4 percursos propostos correspondentes ao fim do Paleozoico, ao Triásico, ao Jurássico e ao Cretácico. Ao longo destes podemos admirar cento e vinte modelos de animais que a história deixou para trás, reconstituídos pelo trabalho tanto de artistas da forma como de cientistas do conteúdo.

Há ainda um Laboratório onde se pode acompanhar a preparação de fósseis reais e um Pavilhão de Atividades onde os visitantes são convidados a experimentar algumas ações relacionadas com a paleontologia.

 

Se puder visite na Lourinhã o primeiro Museu onde desde 1984 era exposto este espólio local; hoje em dia, com a abertura do Dino Parque, o Museu da Lourinhã mudou a área de atuação, mantendo algum do acervo anterior. No mesmo local, no centro da vila, agora analisa e mostra a Abertura do Atlântico, num tempo geológico medido em milhões de anos, de quando os continentes eram um, a Pangeia, e a vida começava a dar primeiros passos.

 

Ainda ao mesmo tema mas para explorar a região a pé e verdadeiramente ao ar livre, que o tempo já convida, a Lourinhã desafia a percorrer o percurso pedestre “Na Rota dos Dinossauros”; aqui não há recriações plásticas, estes são os sítios verdadeiros por onde caminharam, caçaram, viveram e morreram os grandes (e pequenos) dinossauros que são afinal muito mais que fitas de Hollywood.

 

 

Mais informação, preços, horários e localização aqui.

Imagens do site do parque