CONTACTO INVESTIR COMPORTA ALGARVE PORTUGAL

Arraial Lisboa Pride: a festa mais ‘alegre’ de Portugal

Arraial Lisboa Pride
By João GALVÃO . 2 years

O Arraial Lisboa Pride é a maior festa popular alternativa. Assumidamente LGBTI, diz a organização que “das 4 da tarde até às 4 da manhã o Terreiro do Paço é nosso!”

 

Antes do mais celebra-se o facto de que até há bem poucos anos atrás esta seria uma festa impossível. A livre escolha sexual pode ainda não ser completamente aceite, mas nada que se compare com o que era.

Esta é já a 22ª edição do Arraial Lisboa Pride. É o maior evento LGBTI em Portugal e desde 1997 traz visibilidade, de forma descomprometida e cool, à população lésbica, gay, bissexual, trans e intersexo. É uma celebração de orgulho na igualdade que decorre na principal praça da cidade, o hall de entrada de Lisboa, o Terreiro do Paço.

 

É uma praça imensa mas que nos últimos anos se tem revelado pequena com tanta gente que a enche nesta tarde/noite. O Arraial Lisboa Pride integra as Festas de Lisboa, a decorrer durante o mês de junho, e é organizado pela Associação ILGA Portugal em parceria com a Câmara Municipal de Lisboa, a EGEAC (a empresa pública que gere a oferta cultural municipal da cidade) e as Juntas de Freguesia de Santa Maria Maior e da Misericórdia.

Em 2017 a festa contou com mais de 60.000 pessoas, de todos os credos, cores e orientações. A entrada é livre, é só aparecer, e o mundo está convidado. É este o espírito que se pretende, todos diferentes, todos iguais, todos em festa.

 

 

Haverá música, claro, antes do mais para dançar. A destacar a presença do dj Bill Onair, que mantem uma colaboração regular com o Lux, o Rive-Rouge e a Bica do Sapato, e Mr. Mitsuhirato misturará Indie, Disco e Electrónica para “gerar a essencial das premissas, a vontade de dançar”.

Ainda com a música como fundo, será imperdível a atuação do projeto Fado Bicha, de Lila Fadista e João Caçador, respetivamente a voz e a instrumentação deste fado específico que mistura o fado como nasceu, vadio e escondido em bordéis e vielas. O Fado Bicha pega nestas angústias populares do fado original e veste-o com uma nova roupagem, as angústias, alegrias e quotidiano da comunidade LGBTI. Assume-se como um projeto político de representatividade e questionamento de regras e barreiras, sociais e artísticas.

Com a música sempre ao fundo, haverá de um tudo para este programa das 4pm às 4am: um Peddy Paper Out Ciencias: Cientifico-Kinky; fuego&flamenco; zumba ou yoga; pole dance; Bordados para as Avós ou Avôs ou Nem Por Isso; o Arraialito, para crianças, e o Arraial Maior, para séniores que ainda não se aperceberam que o são.

 

Venha, venham todos, é essa a ideia. Todos! No Terreiro do Paço, das 4 da tarde de dia 23 às 4 da manhã do dia 24. No início, quando a humanidade comemorava o solstício, a festa deve ter sido assim.

 

Para saber mais clique por favor aqui.

 

Fotos do site oficial do evento.