CONTACTO PORTUGAL COMPORTA ALGARVE INVESTIR VIVER

Faça uma viagem pelos sabores da Ásia no Boa-Bao

Boa-Bao
Posté par Inês ALMEIDA Il y a 6 jours

O Boa-Bao encontra-se aberto todos os dias e serve refeições a qualquer hora

 

Se há restaurante popular nos últimos meses em Lisboa é o Boa-Bao. Tudo o que são bloggers ou apreciadores de gastronomia param por lá, a pontuação e as críticas em plataformas como o Zomato e o Tripadvisor são estrondosas e, independentemente do dia da semana, este restaurante encontra-se sempre cheio. O Lisbonne Idée foi perceber o porquê deste hype e adianta-lhe já uma coisa: é totalmente justificado.

 

 

Boa-Bao

A sala

 

 

Se calhar até se acha um apreciador de comida asiática, mas ainda só experimentou pratos chineses ou tailandeses que de originais não têm nada e que são adaptados ao paladar ocidental. Ou então já teve o prazer de visitar a Ásia e conhece os sabores autênticos da gastronomia local. Em qualquer dos casos, vai ficar impressionado com o Boa-Bao. Porquê? Porque a cozinha deste restaurante auto denomina-se de pan-asiática, agregando no mesmo menu pratos de países como Tailândia, China, Vietname, Japão, Malásia e Cambodja. E o melhor é que estes não só respeitam as receitas originais, como contêm ingredientes provenientes desses mesmos países.

 

O Boa-Bao surge da vontade de um casal estrangeiro, ele americano e ela holandesa, e os pratos contam com a mestria de um chef belga. “A restauração era uma paixão [do casal] e eles eram muito amigos do cozinheiro, que já tinha desenvolvido várias cadeias de restaurantes de cozinha asiática na Bélgica e nos Estados Unidos”, explica Isabel Esteves, marketing manager do Boa-Bao. “Ele é um fã do continente, mesmo apaixonado pela Ásia”, acrescenta.

 

 

Boa-Bao

O bar de cocktails

 

 

Todos os pormenores contam no Boa-Bao. A decoração recria o ambiente de um mercado de Saigão dos anos 20, mas conta com elementos de Bordalo Pinheiro (que homenageiam a localização do restaurante, situado no Largo Bordalo Pinheiro). A ementa vem num livrinho que diz “food travel jorney” (diário gastronómico de viagem) e as bebidas são elencadas num bonito passaporte vermelho. “Acima de tudo o Boa-Bao é um sítio de detalhes, tudo o que nós vemos e tudo que faz parte do Boa-Bao foi realmente pensado” explica a responsável de comunicação do espaço.

 

Mas vamos ao que interessa, os pratos! Avisamos já que é difícil escolher o que comer no Boa-Bao, porque parece tudo delicioso (que todos os males do mundo fossem esses). A equipa do Lisbonne Idée acabou por provar vários pratos. Primeiro chegaram à mesa as bebidas. Este restaurante conta com uma carta de cocktails muito completa. Experimentámos o Sling Dao, cítrico e muito leve. O único perigo é não querer parar de o beber! Para acompanhar a refeição bebemos dois chás gelados diferentes, Jasmin e Viagem à Índia. Ligam na perfeição com os pratos e são grandes o suficiente para lhe durarem a refeição toda.

 

 

Boa-Bao

Sling Dao

 

 

À mesa começam por chegar as entradas. Em primeiro lugar provámos o famoso Bao clássico de barriga de porco com hoisin e pickle de vegetais. Este pãozinho chinês recheado é uma maravilha e definitivamente diferente de tudo o que já provámos! A massa é macia e fofa e o porco é suculento. As Chamuças Vegetarianas com chutney de coentros e hortelã também são deliciosas. Diferentes da clássica chamuça, com carne e muitas especiarias, mas atrevemo-nos a dizer que melhores. Ainda nas entradas, experimentámos as Tiras fritas de carne de vaca seca com sésamo estilo Isaan, possivelmente a mais diferente das três, e aquela não encontra em mais lado nenhum em Lisboa.

 

 

Boa-Bao

Bao clássico de barriga de porco com hoisin e pickle de vegetais

 

 

Depois das entradas, chegam os pratos principais. Ai, e como é difícil dizer qual o melhor deles! O Caril Verde Thai de Frango com Arroz glutinoso vai fazê-lo repensar a sua definição de caril (e provavelmente vai concluir que todos deviam ser assim). O Japchae, noodle coreano de batata-doce com carne de vaca, é o prato mais guloso dos três. Este é agridoce e, avisamos já, que é mesmo, mesmo viciante. O mais leve e saudável – que não perde nada em sabor – é o Robalo ao vapor com lima, malagueta, alho e pakchoy, um dos ex-libris da casa.

 

 

Boa-Bao

Caril Verde Thai de Frango com Arroz glutinoso

 

 

Extremamente satisfeitas, ainda temos espaço para uma incursão pelas sobremesas. Provamos um delicioso Crème Brûlé de coco com manjericão e erva-príncipe, uma interessante reinterpretação do famoso leite-creme português, e o Carpaccio de ananás com loempia de chocolate e baunilha. Esta é uma das sobremesas mais pedidas do Boa-Bao e é fácil perceber porquê. Basicamente tem tudo o que se deseja numa sobremesa: fruta, chocolate e gelado. Combina a doçura com a frescura. Uma excelente nota para terminar o repasto!

 

 

Boa-Bao

Carpaccio de ananás com loempia de chocolate e baunilha

 

 

Já está convencido que tem de visitar o Boa-Bao? Saiba que pode fazê-lo todos os dias da semana, sendo que a cozinha encontra-se em funcionamento durante todo o dia, de domingo a quarta-feira entre as 12h00 e as 23h00 e de quinta-feira a sábado entre as 12h00 e as 00h30. Quer almoçar às quatro da tarde? Aqui pode. Além disso, o Boa-Bao também funciona como bar de cocktails. Não se iniba de passar por lá só para beber um copo! Caso prefira viajar pelo continente asiático a partir de casa, saiba que tem opção de takeaway com recolha no restaurante.

 

 

Descubra o restaurante Boa-Bao aqui.

Inês ALMEIDA
Inês ALMEIDA