CONTACTO INVESTIR COMPORTA ALGARVE PORTUGAL

Ser vegetariano sabe melhor no Boteco Veggie da Mafalda

Boteco Veggie da Mafalda
By Inês ALMEIDA . 2 years

Abriu no Bairro Alto um restaurante que vai fazer as delícias dos que optam por uma alimentação à base de vegetais, com opções raw e vegan

 

Há cada vez mais vegetarianos no mundo. Nos últimos três anos, o número de vegetarianos nos Estados Unidos cresceu seis vezes, o que se reflete no consumo de leite vegetal, por exemplo, que aumentou 61% desde 2012. No Reino Unido também se deu uma subida no número de vegetarianos, que em 2016 correspondiam a 1% da população e hoje em dia já correspondem a 8%.

 

Com este pronunciado aumento no número de pessoas que opta por seguir uma dieta à base de vegetais, seria de esperar que os restaurantes acompanhassem esta tendência. No entanto, isto demorou a acontecer. Mafalda Almeida, dona do recém-aberto Boteco Veggie da Mafalda, é vegetariana há cinco anos, tendo sentido imensa dificuldade em encontrar restaurantes vegetarianos no início.

 

“Há quatro anos atrás, quando ia jantar fora, não havia muitas opções e muitas vezes acabava por comer peixe. Quando vamos a um restaurante não é suposto comermos só uma salada. E isto ainda acontece muito. Foi daí que surgiu esta vontade de transformar este espaço – que já era meu, vem de família – num restaurante vegetariano”, conta Mafalda.

 

 

Boteco Veggie da Mafalda

 

O interior do espaço

 

 

No Boteco Veggie encontra  várias opções vegan e raw

 

 

A proprietária do Boteco Veggie diz que agora está a adoptar um caminho de “comida vegan e crua”, que se faz notar na ementa do restaurante, que contém sobretudo pratos vegan e “raw” (que não são cozinhados a mais de 50º graus). “É um conceito pouco explorado em Portugal”, diz Mafalda. “Aqui encontram muita comida crua, muito nutricional e saborosa. A preocupação que eu tenho com a minha alimentação transpus para aqui.”

 

Então e os pratos, perguntam vocês? A equipa do Lisbonne Idée experimentou vários e não saiu de lá vegetariana por pouco. Começámos a refeição com uns incríveis Spring Rolls, que levam frutas e legumes envoltos em folha de arroz com uma emulsão de amendoim, gengibre e tamari. A frescura dos legumes é realçada pelo leve picante do gengibre e o amendoim dá o toque guloso à entrada. Começámos com o pé direito.

 

 

Pink Bowl

 

Pink Bowl

 

 

O segundo prato a chegar à mesa foi a Pink Bowl, que contém esparguete de beterraba com molho de coco, ananás, papaia, parmesão e rebentos de ervilha. Esta é uma óptima alternativa a uma simples salada, sendo muito mais saborosa e contendo muito mais nutrientes. De seguida passámos para um dos pratos estrela da casa, a Lasanha Raw, que em vez de ter massa leva curgete, acompanhada de molho de tomate e amêndoa com queijo vegan, espinafres e basílico. Um prato tão delicioso que até custa a crer que é saudável também!

 

O prato que gerou maior unanimidade na equipa foi o seguinte. O Hamburguer & Portobelo pode descrever-se como uma incrível junção de sabores num prato. Este é composto por um hambúrguer de feijão em cama de cogumelo portobelo, com batata-doce frita, kimichee e hummus. Garantimos-lhe uma coisa, depois de comer este hambúrguer nunca mais vai querer provar um “normal”.

 

 

Hamburguer & Portobelo

 

Hamburguer & Portobelo

 

 

Ainda nos pratos principais, chegou à mesa o Risotto Verdi do Mar, um original prato que leva arroz arbório, algas espinafres, coco e lima. Imagine um risotto que combine o sabor do mar com um toque exótico: é este.

 

Vamos às sobremesas? Acredite, mesmo que o seu estômago já esteja confortável, no Boteco tem de guardar um espacinho para as sobremesas, porque estas são incríveis. É difícil escolher entre o Chocolate Brownie (Raw) e o Cheesecake Frutos do Bosque (Raw), mas o último foi o que rendeu mais elogios da equipa. Se provar este, nunca mais vai querer comer um cheesecake normal. Quer apostar?

 

 

Cheesecake Frutos do Bosque

 

Cheesecake Frutos do Bosque

 

 

Se é adepto de cozinha vegetariana, não pode deixar passar a oportunidade de conhecer este restaurante. Se é só um curioso, também. É que este é um espaço de boa comida, categorias à parte. E a boa comida agrada a gregos e troianos, independentemente do género, da língua ou das restrições alimentares. “Quero dar às pessoas o que eu gostava de encontrar por aí”, conclui Mafalda com um sorriso.

 

 

Descubra o restaurante Boteco Veggie da Mafalda aqui.